Elisabete Jacinto em sexto na penúltima etapa do Morocco Desert Challenge

Elisabete Jacinto terminou a penúltima etapa do Morocco Desert Challenge no sexto lugar entre camiões. A um dia do final da grande competição a equipa portuguesa Bio-Ritmo mantém o sétimo lugar da geral da sua classe T4.

0
Elisabete Jacinto em sexto na penúltima etapa do Morocco Desert Challenge
Elisabete Jacinto em sexto na penúltima etapa do Morocco Desert Challenge. Foto: DR

A piloto Elisabete Jacinto terminou em sexto lugar entre os camiões na sétima e penúltima etapa do Morocco Desert Challenge. A etapa disputou-se entre Boudnib e Matarka, e a equipa Bio-Ritmo progrediu 10 posições relativamente à especial de ontem.

Na sétima prova num percurso de 410 quilómetros cronometrados, os portugueses gastaram 5h11m55s, apenas mais 17 minutos que o checo Ales Loprais, o vencedor da etapa entre os T4, que continua a liderar a classificação geral da classe, e onde apenas sete automóveis foram mais rápidos a concluir o sector selectivo que a equipa Bio-Ritmo.

O trio composto por Elisabete Jacinto, José Marques e Marco Cochinho conseguiu cumprir toda a especial sem problemas a registar e com um bom ritmo, apesar de terem tido alguns impedimentos na progressão nas pistas de pedra devido à falta de amortecedores. A um dia do fim deste grande rali africano os portugueses mantêm o sétimo posto da classificação dos camiões.

No final da etapa Elisabete Jacinto considerou que o dia decorreu de forma positiva, e referiu: “A etapa correu bastante bem. A especial tinha bastante bom piso e por isso conseguimos andar bem. Como nós já não temos amortecedores torna-se mais difícil conduzir depressa. Mas como o percurso era favorável imprimimos um bom ritmo e nunca nos perdemos, apesar de ter sido um dia com uma navegação difícil. Ainda tivemos tempo para ajudar uma equipa que tinha o carro capotado. Parámos para dar um empurrãozinho e conseguimos colocar o automóvel nas quatro rodas. O rali está a chegar ao fim e a verdade é que tenho pena de não ter conseguido fazer melhor, mas demos o nosso melhor e fizemos o que era possível.”

A oitava e última etapa do Morocco Desert Challenge 2018 decorre amanhã, entre Tendrara e Oujda, no Dia Mundial da Terra. Composta por 220 quilómetros cronometrados o percurso apesar de ser mais curto exige uma concentração total e uma navegação perfeita. Manter o foco é fundamental porque as pistas são bastante rápidas mas difíceis de encontrar. O dia vai terminar no acampamento com uma grande festa entre todo os concorrentes.

Elisabete Jacinto em sexto na penúltima etapa do Morocco Desert Challenge
Elisabete Jacinto em sexto na penúltima etapa do Morocco Desert Challenge,
Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!