Ericsson apresenta soluções de TIC na COP22

A Ericsson apresenta na COP22, algumas soluções para transportes, gestão da iluminação, segurança e Internet das coisas.

0
1
Partilhas
Ericsson apresenta soluções de TIC na COP22
Ericsson apresenta soluções de TIC na COP22. Foto: © DR

A Conferência das Nações Unidas sobre Alterações ClimáticasCOP22, a decorrer em Marraquexe, Marrocos, é um momento e espaço para as empresas apresentarem ideias e projetos que possam contribuir para o combate às alterações climáticas.

A Ericsson participa na COP22 onde apresenta as conclusões de um recente estudo que mostra que “as soluções de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) podem ajudar a reduzir as emissões de gases com efeitos de estufa em 15%, até 2030”.

A redução apresentada no estudo equivale a cerca de 10 giga toneladas de equivalentes de dióxido de carbono (CO2e), neste caso, um valor superior à pegada de carbono combinada da União Europeia e dos Estados Unidos da América.

Os setores industriais abrangidos pelo estudo da Ericsson “mostram potencial para uma redução das emissões com a ajuda das TIC”. No caso das tecnologias de comunicações de banda larga móvel, estas podem constituir uma infraestrutura que é essencial para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

Dado que “mais de 40% do tráfego móvel mundial é transportado pelas redes da Ericsson”, a empresa apresenta como objetivo estratégico “servir a próxima vaga de utilizadores da internet nos mercados em desenvolvimento, tornando o acesso à banda larga móvel mais sustentável, económico e acessível”.

De acordo com as projeções da Ericsson, a banda larga móvel 3G, ou superior, vai “estar disponível para mais de 90% da população mundial”, o que fará aumentar o número de utilizadores de mil milhões (em 2010) para 7,7 mil milhões (em 2021).

Para Rachid Chihani, responsável da Ericsson Maghreb, as indústrias de transportes, os sistemas de segurança pública e outros serviços e empresas, devem aproveitar as novas oportunidades dadas pela ‘Sociedade em Rede’ para “garantirem mais benefícios económicos e sociais para todos”. A Ericsson, indicou Rachid Chihani, está capacitada para poder colaborar com os diversos setores “na identificação e aproveitamento das novas oportunidades”.

No domínio dos transportes, a Ericsson trouxe para a COP22 o ‘Stella Lux’, um carro elétrico a energia solar desenvolvido pela Solar Team Eindhoven. Para este veículo a “Ericsson contribuiu para o sistema de navegação que otimiza a rota do veículo para aproveitar ao máximo as condições climáticas e do tráfego”, referiu a Ericsson em comunicado.

Outro dos setores de grande importância económica é o da iluminação. Neste caso, o ‘Ericsson Zero Siteé uma solução com várias aplicações para postes de iluminação, desenvolvida em parceria com a empresa Philips, que combina o LED com a conectividade.

No domínio da Internet das Coisas, a Ericsson está a apresentar soluções para áreas que podem ir desde redes de água à interligação de vinhas, soluções móveis para Internet das Coisas e tecnologia 5G, Contadores inteligentes, entre muitas outras.

No domínio da Segurança pública e Segurança em geral, a Ericsson apresenta sistemas de gestão de desastres e de emergências, redes LTE privadas para desastres e segurança pública.

No setor dos transportes também apresenta os sistemas de estacionamento inteligente e gestão de tráfego.

A Ericsson é uma das empresas distinguidas na COP22, com o prémio ‘UNFCCC Momentum for Change’, pela solução ‘Connected Mangroves’.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz