Fuzileiros portugueses no exercício anfíbio espanhol GRUFLEX-18

Fuzileiros da Marinha Portuguesa participam a partir de 11 de novembro no exercício anfíbio espanhol GRUFLEX-18. O exercício envolve ainda militares dos EUA e da Itália. Portugal envolve 75 militares e quatro veículos.

0
Fuzileiros portugueses no exercício anfíbio espanhol GRUFLEX-18
Fuzileiros portugueses no exercício anfíbio espanhol GRUFLEX-18. Foto: DR

O exercício anfíbio GRUFLEX-18, organizado pela Armada Espanhola, conta com a participação de mais de 3.000 militares, 8 navios, 1 submarino, 25 aeronaves e mais de 150 veículos. Os meios militares são provenientes de Espanha, Estados Unidos da América, Itália e Portugal.

​​O GRUFLEX-18 irá simular uma situação de resposta a crises e uma reação da força anfíbia no contexto de uma operação expedicionária desenvolvida na costa. Com este tipo de exercícios as unidades participantes treinam diversas capacidades em especial a de projeção do mar para a terra, operações de ajuda humanitária e resposta a situações de crise, indicou a Marinha.

Portugal participa com a Força de Fuzileiros nº 1, da Armada, com 75 militares e 4 viaturas, que integra o Primer Batallón de Desembarco (BDE-I), embarcando no navio da Armada Espanhola SPS LHD Juan Carlos I (L-61).

A partir de 11 de novembro o exercício decorre “numa primeira fase em águas das ilhas Canárias, nos Campos Militares de Treino de La Isleta e de Pájara, e numa segunda fase no Golfo de Cádis, terminando com a projeção da força de desembarque para o Campo Militar de la Sierra del Retin”, esclareceu a Marinha. O exercício termina no dia 23 de novembro.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!