Green Africa Airways e Boeing acordam fornecimento de 100 aviões 737 MAX

Compromisso entre a Green Africa Airways e a Boeing para o fornecimento de 100 aviões representa a maior encomenda até agora realizada para o continente africano. A companhia aérea nigeriana selecionou o Boeing 737 MAX para construir sua principal frota.

0
Green Africa Airways e Boeing acordam fornecimento de 100 aviões 737 MAX
Green Africa Airways e Boeing acordam fornecimento de 100 aviões 737 MAX. Foto: Boeing

A Boeing e a Green Africa Airways, sediada em Lagos, na Nigéria, acabam de anunciar um compromisso para o fornecimento de 100 aviões Boeing 737 MAX 8. O acordo envolve uma encomenda firme de 50 aviões e a opção de mais 50. A companhia aérea prepara-se para iniciar as operações comerciais.

O acordo, que tem um valor de lista de 11,7 mil milhões de dólares norte-americanos, logo que finalizado, irá ser colocado no sistema encomendas e entregas da Boeing, e desta forma torna-se, no maior acordo de fornecimento de aviões para África.

Babawande Afolabi, fundador e CEO da Green Africa Airways, referiu: “Hoje (21 de dezembro) é um dia histórico para a indústria de aviação nigeriana e africana”, e acrescentou: “Este acordo histórico aproxima-nos muito do nosso sonho, que já vem de longo tempo, de construir uma companhia aérea de classe mundial que abra um novo campo de possibilidades positivas a milhões de clientes. Em linhas gerais, este acordo é um símbolo ousado do dinamismo, resiliência e crescente movimentação empreendedora da próxima geração de nigerianos e africanos”.

A Green Africa Airways, uma companhia aérea que tem como objetivo oferecer viagens aéreas seguras, de qualidade e a preços acessíveis, além de contribuir significativamente para o desenvolvimento económico da Nigéria e do continente africano. A nova companhia aérea recebeu a sua licença de transporte aéreo do governo nigeriano e está ancorada por um grupo de líderes da indústria encabeçados por Tom Horton, ex-presidente e CEO da American Airlines, William Shaw, fundador e ex-CEO da VivaColombia e Virasb Vahidi CCO da American Airlines.

Para Virasb Vahidi “a Nigéria está singularmente posicionada para abrigar a próxima grande companhia aérea. A parceria estratégica com a Boeing posiciona a Green Africa Airways numa expansão e em viagens aéreas de grande qualidade para clientes na Nigéria e fortalece, ainda mais, a relação entre os Estados Unidos, Nigéria e África”.

Inicialmente, a companhia planeia desenvolver o mercado nigeriano e depois construir uma forte rede pan-africana. De acordo com os 20 anos de Perspetiva do Mercado Comercial da Boeing, as companhias aéreas em África vão ter necessidade de 1.190 novas aeronaves, à medida que o continente impulsiona nas próximas duas décadas a conetividade intracontinental e intercontinental.

“O potencial de crescimento em viagens aéreas na Nigéria e em África é extraordinário, com a nova frota de aviões deverá aumentar mais do dobro nos próximos 20 anos”, indicou Ihssane Mounir. Vice-Presidente Sénior de Vendas Comerciais e Marketing da The Boeing Company.

O responsável da Boeing acrescentou: “Estamos muito satisfeitos que a Green Africa Airways tenha selecionado o 737 MAX para dar resposta a este mercado em expansão”, pelo que “esperamos que a Green Africa Airways construa a sua frota com o MAX e aproveite a eficiência e a confiabilidade do avião para abrir novas opções na Nigéria e no continente africano”.

A Boeing esclareceu que avião 737 MAX é o que mais vende na história da Boeing, acumulando mais de 4.800 pedidos de mais de 100 clientes em todo o mundo. O alto desempenho do avião vem da mais recente tecnologia no mercado de corredor único, incluindo os avançados motores CFM International LEAP-1B, winglets de tecnologia avançada e outros melhoramentos da estrutura.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!