Indra vai fazer testes de voo com GBAS no Aeroporto de Hong Kong

Aviação Civil de Hong Kong adjudicou à Indra a realização de testes de voo com Ground-Based Augmentatiom System (GBAS) no Aeroporto de Hong Kong. Os sistemas de aterragem por satélite beneficiam capacidade, eficiência de custos e impacto no meio ambiental.

0
Indra vai fazer testes de voo com GBAS no Aeroporto de Hong Kong
Indra vai fazer testes de voo com GBAS no Aeroporto de Hong Kong. Foto: DR

O Departamento de Aviação Civil de Hong Kong adjudicou à filial norueguesa da Indra um contrato para a prestação de serviços de realização de testes de voo com Ground-Based Augmentatiom System (GBAS) no Aeroporto Internacional de Hong Kong. O contrato prevê o fornecimento pela Indra do equipamento de terra GBAS NORMARC, e o procedimento de voo e a análise ionosférica para uma série de testes de voo a realizar durante ano de 2018.

A Indra, empresa global de tecnologia e consultoria, com filial em Portugal, tem vindo, desde 2007, a fornecer sistemas de aterragem por satélite comercialmente operacionais que são utilizados em diversos aeroportos noruegueses. Com a decisão da Aviação Civil de Hong Kong a Indra passa a fornecer pela primeira vez o sistema GBAS na Ásia.

Para Linda Lavik, diretora de Produto GBAS da Indra na Noruega, “O GBAS é o futuro dos sistemas de aterragem e tem benefícios a nível de custos, capacidade, segurança e proteção do meio ambiente” e por isso, acrescentou: “Estamos muito satisfeitos de ser o primeiro fornecedor de serviços com a adjudicação de um contrato em concurso público para este importante projeto no Aeroporto Internacional de Hong Kong.”

O GBAS proporciona orientações de navegação muito precisas às aeronaves, o que permite planos de aproximação mais pronunciados e breves. Com aproximadamente 48 aproximações desde um sistema e sem áreas sensíveis, espera-se que o sistema GBAS seja inicialmente um complemento para os sistemas convencionais de aterragem instrumental, pela resiliência, eficácia melhorada e flexibilidade operativa que oferece, esclareceu a Indra. O sistema NORMARC 8100 GBAS é capaz de orientar as aeronaves com segurança, inclusivamente em condições de escassa visibilidade CAT III.

O Departamento de Aviação Civil de Hong Kong regula as atividades da aviação civil e é o fornecedor de serviços de navegação aérea em Hong Kong. O Aeroporto Internacional de Hong Kong está posicionado como o terceiro aeroporto internacional com mais tráfego do mundo. Em 2017 passaram pelo aeroporto mais de 72 milhões de passageiros.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!