Jeju Air encomenda à Boeing 50 aviões 737 MAX

Companhia aérea sul coreana, Jeju Air, encomenda à construtora Boeing 40 aviões 737 MAX e mais 10 aviões como opção. A encomenda é até agora a maior feita por uma companhia de baixo custo, num valor de 5,9 mil milhões de dólares.

0
Jeju Air encomenda à Boeing 50 aviões 737 MAX
Jeju Air encomenda à Boeing 50 aviões 737 MAX. Foto: DR

A Boeing e a Jeju Air anunciam que foi assumida a encomenda de 40 aviões 737 MAX 8 com opção para 10 aviões adicionais pela companhia aérea sul coreana. A encomenda é avaliada, a preço de lista, em 5,9 mil milhões de dólares, e é até agora, a maior encomenda feita por uma operadora área coreana de baixo custo o que reflete a crescente procura por viagens aéreas na Coreia do Sul.

“Com o crescente mercado de aviação comercial da Coreia, estamos empenhados em dar o próximo passo na expansão de nossos negócios com o 737 MAX, um avião de classe mundial que nos vai permitir melhorar nossas operações e continuar proporcionar uma experiência segura e agradável aos nossos passageiros”, referiu Seok-Joo Lee, presidente e CEO da Jeju Air.

Para o responsável pela Jeju Air “o 737 MAX 8 com o desempenho e economia que oferece é o avião ideal para implementar uma estratégia de crescimento”, nos próximos anos.

A Jeju Air, com sede na Ilha de Jeju, na Coreia do Sul, começou a operar em 2005 como primeira companhia área de baixo custo do país. Desde essa altura a operadora liderou o rápido desenvolvimento do mercado aéreo de baixo custo da Correia e contribuiu para a expansão da indústria de aviação comercial coreana.

Atualmente a frota da Jeju Air envolve quase 40 Next-Generation 737-800, e tem vindo a expandir os negócios e os lucros, tendo alcançado um crescimento anual de 25% nas vendas nos últimos cinco anos e registado 17 trimestres consecutivos de lucros.

A Jeju Air pretende desenvolver o mercado com a versão melhorada do avião 737. O 737 MAX 8 oferece maiores distâncias de voo e 14% melhor eficiência de combustível e desempenho ambiental devido aos mais recentes motores CFM International LEAP-1B, winglets dotados de tecnologia avançada e de outras melhorias aerodinâmicas.

“Estamos extremamente satisfeitos que a Jeju Air se tenha tornado líder no vibrante mercado de companhias de baixo custo com o Boeing 737. E estamos muito satisfeitos que a companhia aérea tenha escolhido construir sua futura frota com esta grande encomenda de 737 MAX”, referiu Ihssane Mounir, vice-presidente sénior de Vendas Comerciais e Marketing da Companhia Boeing.

Juntamente com os novos aviões, a Boeing Global Services vai fornecer à Jeju Air ferramentas digitais para reduzir os custos operacionais. As soluções incluem o Fuel Dashboard Program, que permite que as operadoras analisem a sua frota e identifiquem áreas em que podem otimizar gastos em combustível.

A Jeju Air dá resposta a 60 rotas domésticas e internacionais com aproximadamente 200 voos diários. A transportadora é um dos membros fundadores da Value Alliance, a primeira aliança pan-regional de companhias aéreas de baixo custo formada por oito companhias aéreas sediadas na Ásia.

Atualmente o 737 MAX é o avião mais vendido na história da Boeing, com um total de cerca de 4.800 encomendas de mais de 100 clientes em todo o mundo.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!