Norte de Portugal e Galiza alargam Programa de Cooperação em investigação universitária

Aumenta o número de entidades de investigação portuguesas e da Galiza em cooperação cultural, científica e pedagógica. O objetivo é o desenvolvimento da Eurorregião na área da investigação científica, especialmente na investigação em saúde.

0
Norte de Portugal e Galiza alargam Programa de Cooperação em investigação universitária
Norte de Portugal e Galiza alargam Programa de Cooperação em investigação universitária. Foto: © Rosa Pinto

O AECT da Eurorregião Galiza – Norte de Portugal vai incorporar fundações, centros académicos clínicos e institutos de investigação de saúde ao Protocolo de “Cooperação Cultural, Científica e Pedagógica entre as Universidades e as instituições de Ensino Superior da Eurorregião Galicia – Norte de Portugal”.

O Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S), o Centro Académico Clínico ICBAS – CHP, o Centro Clínico Académico – Braga (2CA-Braga), a Fundación Instituto de Investigación Sanitaria de Santiago de Compostela (FIDIS), a Fundación Profesor Nóvoa Santos e a Fundación Biomédica Galicia Sur passam a fazer parte do protocolo, enquanto participantes no Programa IACOBUS, na modalidade “Estadias de investigação”.

Estas unidades juntando-se às 11 instituições do ensino superior e 22 centros tecnológicos que já fazem parte do Programa IACOBUS, contribuindo, assim, para o fomento da cooperação cultural, científica e pedagógica, através da mobilização dos recursos humanos das instituições da Eurorregião Galiza – Norte de Portugal.

Esta incorporação de novas entidades ao Programa IACOBUS surge como resposta à pandemia provocada pela COVID-19, e tem como objetivo de fomentar a investigação na área da saúde.

As instituições do Norte e da Galiza em colaboração com as universidades vinculadas, a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte) e o Serviço Galego de Saúde (SERGAS) vão desempenhar um papel de destaque no desenvolvimento da Eurorregião como um território partilhado, mas também no âmbito da investigação científica, especialmente a investigação em saúde.

Esta entrada de novas instituições dá-se antes da 8.ª Convocatória IACOBUS Estadias de Investigação e a 3ª Convocatória IACOBUS – Publicações Científicas (PAPERS), em que o período de candidaturas decorre de 14 de dezembro e 1 de fevereiro de 2021, e tem uma dotação financeira total para as duas modalidades de 250 mil euros.

O IACOBUS, cofinanciado pelo Programa INTERREG VA Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020, é um programa de grande êxito no universo académico da Eurorregião Galiza-Norte de Portugal, com mais de 1755 candidatos nas sete edições anteriores, entre os quais foram selecionados 964 projetos de investigação abrangendo múltiplas áreas do conhecimento, com um financiamento total de mais de 1 milhão de euros.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!