Nove milhões de euros da UE para refugiados em Itália

Comissão Europeia atribui mais 9 milhões de euros de ajuda de emergência a Itália para apoiar cuidados de saúde a requerentes de asilo e refugiados. A ajuda deverá beneficiar mais de 42 mil pessoas nas regiões de Emilia-Romana, Lácio, Ligúria, Toscana e Sicília.

0
Nove milhões de euros da UE para refugiados em Itália
Nove milhões de euros da UE para refugiados em Itália. Dimitris Avramopoulos falando com migrantes. Foto: ©UE/Mario Laporta/arquivo

A Comissão Europeia atribuiu ontem 9 milhões de euros sob a forma de ajuda de emergência a Itália para ajudar a melhorar o acesso aos cuidados de saúde nas instalações de acolhimento dos requerentes de asilo e beneficiários de proteção internacional.

A assistência financeira deverá beneficiar mais de 42 mil pessoas nas regiões de Emilia-Romana, Lácio, Ligúria, Toscana e Sicília, e vão ser tidas em especial consideração as necessidades de pessoas mais vulneráveis, incluindo mulheres e crianças, indica a Comissão em comunicado.

Para o Comissário europeu Dimitris Avramopoulos, responsável pela Migração, Assuntos Internos e Cidadania “a Itália tem estado sob grande pressão durante os últimos anos e a Comissão não abrandará o seu apoio aos esforços italianos para gerir as migrações e dar abrigo aos que precisam de proteção.”

Dimitris Avramopoulos indicou que “o financiamento ajudará a dar resposta às necessidades básicas em termos de cuidados de saúde, contribuindo para garantir um acesso adequado a serviços médicos, quando necessários”, e concluiu que “a Comissão continuará a apoiar todos os Estados-Membros sob pressão, desenvolvendo ao mesmo tempo esforços para encontrar uma solução europeia durável a longo prazo.”

Até ao momento a Comissão Europeia mobilizou mais de 200 milhões de euros em ajuda de emergência para apoiar a gestão de migrantes em Itália, um financiamento de emergência que acresce aos 653,7 milhões de euros atribuídos a Itália ao abrigo do Fundo para o Asilo, a Migração e a Integração (FAMI) e do programa nacional para o Fundo para a Segurança Interna 2014-2020.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!