Novo satélite da Boeing, o WGS-11, oferece maior cobertura e eficiência

Boeing vai fornecer à Força Aérea dos EUA um novo satélite com maior largura de banda e mais potência de sinal. O WGS-11 vai ser entregue pela Boeing em 2024.

0
Novo satélite da Boeing, o WGS-11, oferece maior cobertura e eficiência
Novo satélite da Boeing, o WGS-11, oferece maior cobertura e eficiência. Imagem: Boeing

A Boeing desenvolveu uma nova versão do satélite 702 para a constelação Wideband Global SATCOM (WGS) da Força Aérea dos EUA. A nova versão oferece maior eficiência de largura de banda e maior potência de sinal do que as outras versões.

Os avanços na tecnologia de satélite digital da Boeing vão permitir que o novo satélite WGS-11 forneça centenas de feixes e um uso mais flexível e eficiente da largura de banda. Estas inovações vão permitir à nave espacial suportar mais utilizadores no teatro de abrangência e permitir que feixes dedicados sigam aeronaves em voo.

“O WGS-11 incorpora os mais recentes avanços na tecnologia comercial de satélites da Boeing combinados com um design resiliente e robusto especificamente para uso militar em ambientes de conflito”, referiu Troy Dawson, vice-presidente de sistemas de satélite do governo da Boeing. “Estamos ansiosos para entregar este ativo extremamente importante para a Força Aérea dos EUA, em 2024”.

O WGS fornece conectividade de comunicações de banda larga de alta capacidade dedicada às forças americanas e aliadas em todo o mundo. A Boeing é a principal companhia contratada desde 2001 para o fornecimento de satélites.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!