Novos satélites Boeing 702X preparados para várias missões

Boeing apresentou novos satélites Boeing 702X. Os novos satélites, que possuem um design já amadurecido, permitem a entrega aos clientes em menos de três anos. O software do Boeing 702X realoca largura de banda para dar resposta às mudanças em tempo real.

0
Novos satélites Boeing 702X preparados para várias missões
Novos satélites Boeing 702X preparados para várias missões. Foto: © Boeing

A Boeing apresentou a família de satélites definidos pelo software 702X, destacando uma variante de 1.900 kg para órbita geossíncrona. A tecnologia 702X permite aos operadores adaptarem-se às mudanças e condições do mercado, alocando dinamicamente a largura de banda necessária.

O 702X baseia-se no sucesso da Boeing com os satélites da série 702. A plataforma 702X incorpora um design já maduro, com uma versão para órbita terrestre média, que já está em produção.

A Boeing indicou que devido a processos avançados de fabricação que reduzem drasticamente os riscos de custo e o cronograma, o que permite que o 702X seja entregue aos clientes em três anos.

Os satélites 702X vão permitir às operadoras de comunicações distribuir capacidade para uma variedade de utilizadores finais, permitindo ligar empresas, navios, aviões, veículos autónomos e utilizadores de Internet de banda larga em todo o mundo.

“Os satélites são, e continuarão sendo, parte integrante de nossa sociedade baseada em dados”, referiu Eric Jensen, vice-presidente de Vendas e Marketing Globais dos Boeing Commercial Satellites. “O 702X oferece aos nossos clientes as ferramentas necessárias para evoluir com o mercado.”

O 702X já está disponível hoje para os clientes, e a Boeing estima que a primeira variante geossíncrona 702X estará operacional em 2022.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!