Portugal e Alemanha decidem aumentar nível de parceria política

Migrações, ciência e tecnologia, ensino e formação profissional, e futura presidência da União Europeia de 2020 e 2021, foram temas abordados pelos Ministros dos Negócios Estrangeiros de Portugal e Alemanha, num encontro em Lisboa.

0
Portugal e Alemanha decidem aumentar nível de parceria política
Portugal e Alemanha decidem aumentar nível de parceria política. Foto: TVEuropa

Os Ministros dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, e da República Federal da Alemanha, Heiko Maas, reuniram, ontem, em Lisboa, onde examinaram a agenda das relações bilaterais entre os dois países e também os temas da agenda europeia internacional.

Augusto Santos Silva, no final do encontro, referiu que foi tomada a “decisão de passar a um nível mais elevado de parceria política envolvendo a Alemanha e Portugal” mas também outros países que comunguem dos mesmos “objetivos e da nossa maneira de entender a Europa e o Mundo, para que o trabalho de cooperação entre os países possa progredir.”

O Ministro indicou que foram abordadas áreas de interesse bilateral como as migrações, e lembrou que os Governos dos dois países assinaram “no mês de outubro um importante acordo bilateral neste domínio”, e a área “da ciência e da tecnologia, na qual Portugal e a Alemanha têm programas conjuntos de cooperação universitária e tecnológica.”

“Queremos desenvolver a área da educação do ensino e formação profissional em que o exemplo alemão é muito importante para países como Portugal”, referiu o Ministro de Negócios Estrangeiros (MNE), e acrescentou: “no próximo mês de fevereiro será assinado um novo protocolo de colaboração entre Portugal e a Alemanha no domínio da educação e da formação profissional.”

Heiko Maas referiu também que “a formação profissional é muito importante” e que Portugal pretende promover cada vez mais “a cooperação com as empresas alemãs” instaladas no país. O Ministro dos Negócios Estrangeiros da Republica Federal da Alemanha (MNERFA) referiu ainda que “os empresários alemães veem Portugal como um país onde é atraente investir.”

Os dois ministros fizeram “também um primeiro ponto da situação do trabalho de preparação do trio das presidências da União Europeia”, e o MNE lembrou que “a Alemanha terá a presidência da União Europeia no segundo semestre de 2020 e Portugal terá a presidência da União Europeia no primeiro semestre de 2021, e depois no segundo semestre será a Eslovénia a presidir, e os três países já estão a trabalhar de forma que, como no passado, este trio de presidências se destaque pela eficiência e pela continuidade dos seus programas.”

“Portugal e a Alemanha são parceiros que partilham os mesmos valores”, lembrou o MNERFA, e acrescentou que “Portugal é um grande aliado pró europeu da Alemanha”, mas no passado “houve quem disse-se que Portugal precisa da Europa. Não! Hoje em dia podemos dizer que a Europa é que precisa de Portugal”, concluiu Heiko Maas.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!