Prémio Nobel da Economia 2017 para Richard H. Thaler

Prémio Nobel da Economia de 2017 atribuído ao norte-americano Richard H. Thaler, da Universidade de Chicago, pelas contribuições dadas para a economia comportamental, ao integrar a economia com a psicologia.

0
1
Partilhas
Richard H. Thaler
Richard H. Thaler. © Nobel Media Ill: N. Elmehed

Richard H. Thaler viu reconhecido a seu trabalho em ciências económicas pelo comité Nobel com o Prémio Nobel da Economia 2017. O economista norte-americano da Universidade de Chicago incorporou pressupostos psicologicamente realistas em análises de tomada de decisão económica, e como descreve o comité Nobel “ao explorar as consequências da racionalidade limitada, das preferências sociais e da falta de autocontrolo, ele mostrou como esses traços humanos afetam sistematicamente as decisões individuais, bem como os resultados do mercado”. O economista foi um dos fundadores do campo das finanças comportamentais, que estuda como as limitações cognitivas influenciam os mercados financeiros.

Racionalidade limitada

Richard H. Thaler desenvolveu a teoria da contabilidade mental, explicando como as pessoas simplificam a tomada de decisões financeiras criando, nas suas mentes, contas separadas, enfocando o impacto específico de cada decisão individual e não o seu efeito geral, referiu o comité Nobel. O economista mostrou como a aversão às perdas pode explicar o porquê das pessoas valorizarem mais o mesmo item quando são proprietárias do que quando o não são. Um fenómeno designado por efeito de doação.Preferências sociais

A pesquisa teórica e experimental de Richard H. Thaler sobre a equidade tem sido influenciada, indicou o comité Nobel, referindo que “ele mostrou como as preocupações de justiça dos consumidores podem impedir as empresas de aumentar os preços em períodos de grande procura, mas não no tempo em que os custos estão a crescer”. O economista da Universidade de Chicago e seus colegas criaram o jogo ‘dictator’, uma ferramenta experimental que tem sido utilizada em numerosos estudos para medir as atitudes em relação à justiça em diferentes grupos de pessoas, em várias regiões do mundo.Falta de autocontrolo

O economista também lançou nova luz sobre a velha observação de que as resoluções para um Novo Ano podem ser difíceis de manter. Richard H. Thaler mostrou como analisar os problemas de autocontrolo usando um modelo de planner-doer, que é semelhante aos frameworks que os psicólogos e os neurocientistas usam agora para descrever a tensão interna entre o planeamento a longo prazo e a execução de curto prazo.

Sucumbir à tentação a curto prazo é uma razão importante pela qual os planos para salvar a velhice, ou fazer escolhas de estilo de vida mais saudáveis, muitas vezes falham. Num trabalho aplicado, Richard H. Thaler demonstrou que o nudging – um termo que inventou – pode ajudar as pessoas a exercer melhor autocontrolo para salva uma pensão, bem como noutros contextos.As contribuições de Richard Thaler, indicou o comité Nobel, construíram uma ponte entre as análises económicas e psicológicas da tomada de decisão individual. Os seus trabalhos empíricos e suas ideias teóricas têm sido fundamentais para criar o novo campo de economia comportamental, que está em rápida expansão e que teve um impacto profundo em muitas áreas de investigação e política económica.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz