Prevenção de incêndios florestais em Portugal tem ajuda da Comissão Europeia

Comissão Europeia está atualmente a ajudar Portugal na avaliação do sistema de defesa e de proteção das florestas, bem como na execução de uma série de medidas estruturais destinadas a torna o sistema mais robusto.

0
Prevenção de incêndios florestais em Portugal tem ajuda da Comissão Europeia
Prevenção de incêndios florestais em Portugal tem ajuda da Comissão Europeia. Foto: Rosa Pinto

A missão de ajuda da União Europeia, que está a trabalhar com Portugal, na prevenção dos incêndios florestais, foi pedida pelo Governo à Comissão Europeia, através do Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia. A missão incluiu peritos em meteorologia, técnicos em comportamento do fogo e técnicos em prevenção de incêndios que vão apoiar as autoridades portuguesas na identificação de medidas preventivas que complementem os esforços nacionais em curso.

Os peritos da União Europeia vão identifica domínios críticos de intervenção e dar formação e aconselhamento às autoridades portuguesas, para se prepararem o período mais quente, o verão, quando podem surgir eventuais graves incêndios florestais suscetíveis de afetar o país.

Para o Comissário europeu para a Ajuda Humanitária e a Gestão de Crises, Christos Stylianides, “é essencial reforçar a capacidade local para a preparação e prevenção de incêndios florestais para minimizar o impacto catastrófico dos incêndios florestais em países que são muitas vezes afetados, como Portugal.”

Christos Stylianides lembrou: “No ano passado, Portugal sofreu incêndios florestais mortíferos com dezenas de vítimas. Temos de trabalhar em conjunto para garantir que tal tragédia não se repita. A partilha de conhecimentos, de experiência e de saber-fazer ajudará a prevenção e a reagir melhor a situações semelhantes ao longo do próximo verão.”

Preparar a coordenação antes do início da época de incêndios florestais

O Centro de Coordenação de Resposta de Emergência, da União Europeia, que monitoriza riscos de incêndios florestais e a sua incidência na Europa através de serviços de monitorização nacionais e outras ferramentas, tais como, o Sistema Europeu de Informação sobre Fogos Florestais, possui também como objetivo preparar e prevenir catástrofes naturais, com a mesma magnitude que as que ocorreram em 2017 em Portugal.

Atualmente o Centro de Coordenação de Resposta de Emergência está a organizar reuniões com todos os países que participam no Mecanismo de Proteção Civil da UE, antes do início da época de incêndios florestais, para troca de informações e para se preparar para a fase mais crítica de propagação de incêndios, em especial com os países com elevado risco de incêndios florestais, como Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia e Croácia.

Todos os anos, vários incêndios florestais devastam a Europa, destruindo milhares de hectares de florestas e afetando as populações. Quando a dimensão de um incêndio ultrapassa a capacidade de um país para o extinguir, o Mecanismo de Proteção Civil da UE pode ser ativado para dar uma resposta rápida e eficaz.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!