Primeira-ministra da Roménia em Portugal para aumentar cooperação bilateral

Vasilica-Viorica Dancila, primeira-ministra da Roménia, referiu em Lisboa, que os dois países têm idêntica posição sobre as principais políticas europeias e os desafios colocados pelo Brexit. O reforço da cooperação bilateral é uma prioridade.

0
Primeira-ministra da Roménia em Portugal para aumentar cooperação bilateral
Primeira-ministra da Roménia em Portugal para aumentar cooperação bilateral. Foto: TVEuropa

Vasilica-Viorica Dancila, primeira-ministra da Roménia, abordou hoje, dia 6 de junho, em Lisboa, com António Costa, primeiro-ministro português os aspetos de cooperação bilateral e as questões colocadas no âmbito da União Europeia.

No final do encontro, entre António Costa e Vasilica-Viorica Dancila, no Palácio Foz, foram assinados três acordos de cooperação:

­ No domínio saúde, envolvendo o Ministério da Saúde de Portugal e o Ministério da Saúde da Roménia no âmbito da cooperação em recursos humanos e troca de boas práticas na política do medicamento, planos de emergência e e.health;

De cooperação entre a Universidade de Lisboa e a Universidade de Medicina e farmácia de Tirgu Mures;

Entre o Instituto Superior Técnico e o Instituto Nacional de Investigação e Desenvolvimento para a Física e Engenharia Nuclear ‘Hora Hulubei’ da Roménia sobre a implementação do Projeto de Infraestrutura de Luz Extrema – Física Nuclear, um projeto europeu que tem como objetivo a criação de laser mais potente do mundo.

Relações bilaterais entre Portugal e Roménia

Em declaração, no final do encontro, o primeiro-ministro, António Costa, referiu que a vista da homóloga romena decorre “num momento importante para as relações entre os dois países que têm uma longa história”, tendo-se celebrado em 2017 “os 100 anos de relações entre Portugal e a Roménia” e acrescentou: “neste momento no quadro da NATO e no quadro da União Europeia somos cada vez mais parceiros mais sólidos.”

Um relacionamento que “tem permitido desenvolver as relações bilaterais do ponto de vista económico, do ponto de vista cultural” e que a “assinatura hoje destes acordos que aqui assistimos entre instituições científicas portuguesas e romenas, e da cooperação no domínio da saúde entre Portugal e a Roménia” são um marco da vontade em continuar e aumentar o desenvolvimento das relações de cooperação.

Comunidade Romena em Portugal, um contributo para o país

Numa referência à comunidade romena que vive, trabalha e estuda em Portugal, António Costa sublinhou o contributo de muitos romenos para o desenvolvimento do país e referiu: “Queria aqui, também, aproveitar esta ocasião para prestar homenagem a esta comunidade que hoje é a quarta comunidade estrangeira mais importante a residir em Portugal, e por isso quero agradecer o contributo para o desenvolvimento de Portugal.”

A presidência romena da União Europeia

Roménia vai presidir à União Europeia a partir de janeiro de 2019, uma tarefa a que o primeiro-ministro português desejou os maiores sucessos, referindo que “é uma presidência que vai ocorrer num momento muito desafiante em que temos que concluir as negociações com o Reino Unido”, e “concluir as negociações” para o “próximo quadro financeiro plurianual, para consolidar a reforma da zona euro”.

Desenvolver novas parcerias “para podermos gerir de uma forma mais solidária as questões migratórias e, também, para afirmar a nossa capacidade de reforçar a nossa segurança interna designadamente contra a ameaça terrorista, mas também a nossa política de defesa, para assegurarmos uma maior estabilidade, num quadro em que a União Europeia vive rodeada em todas as suas fronteiras de momentos de grande instabilidade” referiu António Costa.

O primeiro-ministro português lembrou que Portugal assume a presidência da União Europeia em 2021 e terá de “apresentar ainda na presidência romena o programa tripartido entre a Alemanha Portugal e a Eslovénia para dar sequência ao próximo trio de presidências”, pelo que considerou: “É por isso um excelente momento para podermos tratar as nossas relações quer do ponto de bilateral quer no âmbito da União Europeia, onde habitualmente partilhamos a mesma visão de pontos de vista de uma Europa que assegure paz, que fomente a prosperidade e que reforce a coesão entre os diferentes países da União Europeia.”

Reforço da cooperação entre a Roménia e Portugal

Vasilica-Viorica Dancila, primeira-ministra da Roménia, esclareceu que o encontro com António Costa, permitiu falar das relações entre os dois países, e referiu: “Falamos sobre a cooperação e sobre a criação de um roteiro para a cooperação intergovernamental entre a Roménia e Portugal, e também sobre a “intensificação das relações entre os dois países”, numa “abordagem setorial falamos sobre pontos de intensificação da cooperação” dando “hoje um primeiro passo com a assinatura acordos no domínio da saúde, da investigação.”

A primeira-ministra da Roménia agradeceu a maneira como são tratados as comunidades romenas em Portugal, “uma abordagem que constitui um exemplo a nível europeu”, e indicou que admira “a maneira como Portugal geriu a absorção dos fundos europeus”, pelo que propôs “a criação de um grupo de trabalho com vista ao intercâmbio de boas práticas para que, também, a Roménia chegue a uma percentagem de absorção igual à de Portugal.”

Desafios colocados pelo Brexit e políticas europeias

Vasilica-Viorica Dancila esclareceu, que no encontro com António Costa, foi abordado o tema da presidência da União Europeia, dos desafios ligados ao Brexit, e aos desafios pós Brexit, bem como aos novos desafios que vão surgindo como “a proteção das fronteiras, a migração, a juventude, a defesa” e também os desafios ligados “às políticas tradicionais como a Politica Agrícola Comum ou a Politica de Coesão.”

A terminar Vasilica-Viorica Dancila referiu que constatou haver uma opinião comum sobre dossiês importantes da União Europeia e que com uma tão boa cooperação a União Europeia, após o Brexit, será reforçada, e indicou ainda que sobre o quadro financeiro plurianual os dois Governos têm “abordagens comuns, como a alocação de verbas em domínios muito importantes para a Roménia e Portugal.”

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!