Proteção Civil da UE com sistema de comunicações por satélite

Sistema de comunicações por satélite do Luxemburgo, o ‘emergency.lu’, vai reforçar Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia em situação de catástrofe. O sistema permite o estabelecimento de ligações internet e de comunicações de telefónicas.

0
Proteção Civil da UE com sistema de comunicações por satélite
Proteção Civil da UE com sistema de comunicações por satélite. Foto: UE

Plataforma de satélite ‘emergency.lu’, luxemburguesa vai estabelecer comunicações Internet e telefónicas, reforçando o Mecanismo de Proteção Civil da União Europeia, diretamente no seguimento de catástrofes, quando os instrumentos tradicionais de comunicação ficarem temporariamente fora de serviço.

O Comissário responsável pela Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, Christos Stylianides reuniu, ontem, 22 de fevereiro, com os Ministros luxemburgueses Daniel Kersch, responsável pelos Assuntos Internos, Função Pública e Reforma Administrativa e Romain Schneider, responsável pela Segurança Social, Cooperação para o Desenvolvimento e Ação Humanitária e Desporto, no âmbito de um novo contributo luxemburguês para reforçar o Mecanismo de Proteção Civil da União, em telecomunicações móveis, via satélite, através da plataforma de satélite ‘emergency.lu’.

Christos Stylianides referiu: “Congratulamo-nos com esta contribuição, que é testemunho da longa tradição luxemburguesa de proporcionar capacidades de alto valor para que a União Europeia possa dar resposta aos desastres na Europa e em todo o mundo. A nova plataforma de telecomunicações ‘emergency.lu’ vai estabelecer ligações internet e comunicação telefónica em situações como as resultantes dos furacões Matthew e Irma que destruíram a infraestrutura de comunicação no Caribe”.

Luxemburgo vai fornecer serviços avançados de comunicação, como conexões telefónicas e de internet, para apoiar os esforços de coordenação em campo, de agentes de ajuda humanitária, em situações de desastres naturais ou outras em que a infraestrutura de comunicação local seja destruída.

O sistema de comunicações via satélite e equipamentos de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), do ‘emergency.lu’ podem ser ativados num espaço de 12 horas. O sistema foi já usado em grandes desastres, como o terremoto no Nepal e a epidemia de Ébola.

O Comissário Stylianides também reuniu com Jan Jambon, Ministro do Interior da Bélgica, dado que a Bélgica tem vindo a disponibilizar meios especializados de apoio, como foi o caso do envio de um laboratório móvel para a luta contra o Ébola, na Guiné.

As reuniões entre o Comissário e os ministros do Luxemburgo e da Bélgica tiveram como objetivo “reforçar a capacidade da Europa para lidar com desastres”. A Comissão pretende “reforçar as capacidades de prevenção e preparação para desastres”, e neste sentido pretende procedimentos administrativos mais simplificados para reduzir o tempo de implantação de assistência para salva-vidas.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!