Recital de piano por Marta Menezes no Estúdio da Orquestra Jazz de Matosinhos

Beethoven, Chopin, Liszt e Vianna da Motta no piano de Marta Menezes. Dia 22 de junho às 19h00, no Estúdio da Orquestra Jazz de Matosinhos, com entrada livre.

0
Recital de piano por Marta Menezes no Estúdio da Orquestra Jazz de Matosinhos
Recital de piano por Marta Menezes no Estúdio da Orquestra Jazz de Matosinhos. Foto: DR

No Estúdio da Orquestra Jazz de Matosinhos, na Avenida Menéres, 456, em Matosinhos, a pianista Marta Menezes dá um concerto em que interpretará uma sonata de Ludwig van Beethoven, quatro mazurcas de Chopin, duas peças de Vianna da Motta e as “Harmonies du soir”, do húngaro Franz Liszt.

O penúltimo recital do ciclo de piano de Matosinhos, que conta com Marta Menezes, que interpretará obras de alguns dos compositores mais notáveis do reportório para piano, tem início marcado para as 19 horas de sábado, 22 de junho, e como é habitual, de entrada gratuita.

Marta Menezes inicia o recital com a “Sonata nº 7 em Ré Maior, op. 10 nº 3”, de Ludwig van Beethoven, peça marcada pelo humor, pela paixão e pelo dramatismo, mas também pela gravidade e pela controvérsia.

Nas quatro mazurcas (op. 17, 24, 68 e 59) a interpretar pela pianista, compostas entre 1831 e 1849, “fica evidente o génio de Frédéric Chopin, transformando a dança popular polaca num conjunto de sofisticadas peças de salão, cromáticas e compostas para serem ouvidas e não para serem dançadas”.

Seguem-se a “Balada op. 16” e “Meditação”, de José Vianna da Motta, ”composições marcadas ora pelo pendor nacionalista, ora pela complexidade harmónica e melódica”. Marta Menezes encerra o recital com as “Harmonies du soir”, “um dos estudos mais deslumbrantes do reportório para piano solo de Franz Liszt. Com óbvios propósitos simbolistas, a obra cruza a eloquência da poesia da imagem com o virtuosismo técnico e musical”.

Marta Menezes, vencedora de vários prémios nacionais e internacionais, estudou na Escola Superior de Música de Lisboa, no Royal College of Music, em Londres, e na Universidade de Indiana, nos EUA, tendo sido distinguida, em 2014, com a “Medalha de Prata de Valor e Distinção”, atribuída pelo Instituto Politécnico de Lisboa, pelo seu percurso enquanto pianista.

Como solista, Marta Menezes colaborou com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, a Orchestre Régional de Cannes, a Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras e a Orquestra Sinfónica da Escola Superior de Música de Lisboa, entre outras.

O ciclo de piano do programa Música em Matosinhos decorre até 29 de junho, reunindo nomes como os de Mário Laginha, Pedro Burmester, Fausto Neves, Luís Pipa ou Vasco Dantas. E a Música em Matosinhos, um programa de música erudita da Câmara Municipal de Matosinhos que ocorre há mais de uma década e inclui, este ano, entre outros, um conjunto de recitais também gratuitos do Quarteto de Cordas de Matosinhos nas igrejas do concelho, com o objetivo de descentralizar e democratizar o acesso e a fruição da música clássica.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!