Rede de contrabando de tabaco desmantelada em Portugal e Espanha

GNR e a Guarda Civil Espanhola, com apoio da Europol, desmantelaram grupo do crime organizado em contrabando de tabaco, em grande escala. Presas 8 pessoas, apreendidos milhares de cigarros e toneladas de folha de tabaco.

0
Rede de contrabando de tabaco desmantelada em Portugal e Espanha
Rede de contrabando de tabaco desmantelada em Portugal e Espanha. Foto: DR

A Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Guarda Civil Espanhola com a cooperação do Serviço de Vigilância Aduaneira Espanhol e com o apoio da Europol desmantelaram um grupo de crime organizado em contrabando de tabaco em grande escala.

Os criminosos importavam ilegalmente de Espanha para Portugal grandes quantidades de folhas e tiras de tabaco, destinadas à produção de cigarros e de tabaco para enrolar, posteriormente distribuídos no mercado negro português.

A Europol indicou que na operação que decorreu dia 24 de junho de 2021, em Portugal e Espanha, foram realizadas as seguintes ações:

Realizadas 59 buscas em imóveis em Portugal e 4 em Espanha;

Presas 8 pessoas, todas de nacionalidade espanhola e portuguesa com idades compreendidas entre os 33 e os 49 anos;

Apreendidas 11 toneladas de folha de tabaco e tabaco de corte fino, bem como 90 mil cigarros ilegalmente fabricados e 186.500 filtros de cigarro.

O volume de tabaco apreendido é suficiente para produzir cerca de 11 milhões de cigarros, no valor de 2,7 milhões de euros em Portugal.

Os criminosos administravam a importação do tabaco por meio de várias empresas estabelecidas com o único objetivo de cometer fraude fiscal. Em Espanha estavam instaladas unidades de corte e processamento, de onde o tabaco era expedido para Portugal onde era armazenado em diferentes entrepostos até à sua posterior distribuição.

A perda de receitas gerada por estes produtos do tabaco importados ilegalmente de Espanha para Portugal é estimada em mais de 2 milhões de euros.

Em toda a operação o apoio da Europol foi fundamental ao reunir os investigadores nacionais de ambos os países, que desde então têm trabalhado em estreita colaboração para estabelecer uma estratégia conjunta para acabar com esta rede.

A Europol tem fornecido continuamente desenvolvimento e análise de inteligência para apoiar os investigadores em campo, e peritos do Centro Europeu de Crime Económico e Financeiro da Europol foram destacados em Lisboa e Salamanca para auxiliar as autoridades portuguesas e espanholas no cruzamento de informações operacionais.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!