Reino Unido aconselha vacinação contra a gripe antes do Natal

Os responsáveis de saúde do Reino Unido recomendam a vacina contra a gripe a todos os que têm problemas de saúde crónicos. Alertam que 6 em cada 10 mortes por gripe são de pessoas com doenças crónicas.

0
Reino Unido aconselha vacinação contra a gripe antes do Natal
Reino Unido aconselha vacinação contra a gripe antes do Natal. Foto: © Rosa Pinto

No Reino Unido os responsáveis de saúde estão a recomendar às pessoas com problemas de saúde de longo prazo que tomem a vacina contra a gripe antes do Natal. A Public Health England indica que 6 em cada 10 mortes por gripe ocorrem em pessoas com outras doenças.

A gripe é uma doença altamente infeciosa e pode levar a complicações graves para quem vive com um problema de saúde de longo prazo, incluindo: condições respiratórias e cardíacas; diabetes; doença renal; doença hepática e doença neurológica crónica como esclerose múltipla ou paralisia cerebral.

As pessoas com doenças respiratórias crónicas, como doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC), enfisema ou asma, têm 7 vezes mais probabilidade de morrer se forem infetados com gripe em comparação com outras pessoas saudáveis.

As pessoas com problemas cardiovasculares, como doença cardíaca crónica ou angina, ou que tiveram um derrame, têm 11 vezes mais probabilidades de morrer se infetadas com gripe.

Algumas pessoas com certas condições de saúde de longo prazo podem não se considerar em risco aumentado de doenças graves devido à gripe, especialmente se sua condição não estiver relacionada ao sistema respiratório. No entanto, as pessoas com doença hepática crónica e imunossupressão têm 48 e 47 vezes mais probabilidade, respetivamente, de morrer de gripe em comparação com outros adultos saudáveis.

Até o momento, em 2020, 46,8% das pessoas, no Reino Unido, com problemas de saúde de longa duração (menores de 65 anos) receberam a vacina contra a gripe. Embora a cobertura da vacina neste grupo seja maior, em comparação com as últimas 6 temporadas de gripe, ainda está aquém da cobertura em outros grupos elegíveis.

Nos últimos 5 anos, a gripe matou uma média de 11.000 pessoas em Inglaterra por ano, mas o número variou de cerca de 4.000 mortes na temporada de 2018 a 2019 a mais de 22.000 mortes em 2017 a 2018.

Este ano, com os mais vulneráveis ​​à gripe também apresentando alto risco de doença grave causada pelo novo coronavírus, que causa a COVID-19, é mais importante do que nunca que as pessoas elegíveis tomem a vacina contra a gripe, indicam os responsáveis de saúde.

Vanessa Saliba, Chefe de Gripe da Public Health England referiu: “A vacina contra a gripe é a melhor defesa contra o que pode ser uma doença grave, especialmente para quem vive com problemas de saúde de longa duração, como doenças respiratórias, diabetes e doenças hepáticas”.

A responsável acrescentou: “As pessoas que vivem com problemas de saúde de longo prazo também correm maior risco de doenças graves com COVID-19, e ter gripe e COVID-19 ao mesmo tempo está associado a um risco maior de doenças mais graves e morte. Portanto, é mais importante que nunca ser vacinado contra a gripe”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!