“Relembrar Auschwitz”: um tributo às vítimas do campo de concentração

Há 75 anos, foi libertado pelas tropas aliadas o campo de concentração de Auschwitz. Em memória de todos aqueles que padeceram à crueldade hedionda do nazismo, o poema “Relembrar Auschwitz” do livro de poesia “Terra”, de Daniel Bastos.

0
Relembrar Auschwitz”: um tributo às vítimas do campo de concentração
Relembrar Auschwitz”: um tributo às vítimas do campo de concentração. Ilustração do mestre-pintor Orlando Pompeu

Com o poema “Relembrar Auschwitz”, do livro de poesia “Terra”, do escritor e historiador Daniel Bastos, e com a ilustração do mestre-pintor Orlando Pompeu, é prestado tributo à memória de todos aqueles que padeceram à crueldade hedionda do nazismo, na data em que faz 75 anos que foi libertado o campo de concentração de Auschwitz pelas tropas aliadas.

Relembrar Auschwitz

Vagueiam nus
em Auschwitz,
perdidos no silêncio infame,
os corpos dos nossos irmãos
aguardando disformes
o prenúncio da morte.
Arrastam-se lentamente
presos num corpo despojado
de dignidade que já foi seu.
Imploram aos carcereiros
obreiros da iniquidade,
alívio para a dor lancinante
que dilacera as entranhas
da humanidade.
Erguem-se em Auschwitz
as vozes dos inocentes
que padeceram a crueldade
hedionda do Holocausto.
Repousam em Auschwitz
as cinzas da história
que nunca devíamos
ter deixado acontecer!

Daniel Bastos, “Relembrar Auschwitz” in Terra.

 

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!