Skills Summit’18 da OCDE reúne, no Porto, governantes de mais de 20 países

Grande conferência da OCDE dedicada às competências reúne no Porto, Ministros de mais de 20 países, responsáveis pelas áreas da educação, ensino superior, formação profissional, trabalho, ciência e inovação, desenvolvimento económico e política digital.

0
Cidade do Porto
Cidade do Porto. Foto: Rosa Pinto

A grande conferência sobre competências da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) decorre no Porto, de 28 a 29 de junho, depois de em 2016 ter decorrido e Bergen, na Noruega, altura em que os participantes entenderam que Portugal tinha uma Estratégia Nacional de Competências em marcha e que, de forma importante, iria entrar na sua fase de ação, e por isso o país era uma boa escolha para a realização da conferência em 2018.

Governo e Câmara Municipal do Porto em parceira organizam a Skills Summit’18, que dá uma grande visibilidade a uma das mais procuradas regiões do país. A conferência é subordinada ao tema “Competências para um mundo digital”, e reúne na cidade do Porto responsáveis pelas tutelas das áreas das competências: educação, ensino superior, formação profissional, trabalho, ciência e inovação, desenvolvimento económico e política digital, de mais de 20 Estados-Membros da OCDE ou de países parceiros.

Os participantes vão procurar dar respostas a questões que conduzam a “melhores competências, melhores empregos, melhores vidas”.

A Skills Summit’18 Porto vai proporcionar que os países apresentem a forma como estão a abordar o problema “para garantir aos cidadãos as competências necessárias para participarem plena e efetivamente num mundo digital”, e o que os Governos estão a fazer “para redesenhar as políticas e as instituições com o intuito de se tornarem mais sensíveis aos desafios e às oportunidades de um mundo digital.”

Para o secretário-geral da OCDE, Angel Gurría, “a digitalização está a transformar o modo como vivemos, trabalhamos e aprendemos”, pelo que para os países aproveitarem as oportunidades do mundo digital e responderem aos seus desafios, “são fundamentais políticas de promoção de competências bem desenhadas que dotem os cidadãos com um leque adequado de competências.”

O encontro dos ministros e de outros responsáveis dos mais de 20 países na Skills Summit’18 Porto é uma oportunidade “para trocarem perspetivas e boas práticas ao nível das políticas de competências que funcionam num mundo digital e como será possível colocá-las em prática”, indicou Angel Gurría.

O Ministro da Educação e anfitrião da Conferência, Tiago Brandão Rodrigues, referiu que “é fundamental conhecer como os estudantes desenvolvem competências digitais e como interpretam a hiper-realidade digital à sua volta; como as utilizam na sua vida quotidiana; e como relacionam o mundo digital com os outros conhecimentos, competências, talentos e práticas cívicas que as nossas escolas lhes providenciam.”

No entender do Ministro “atualmente enfrentamos uma enorme mudança nas nossas economias e nas nossas vidas, a designada quarta revolução digital”. Uma mudança que “está a gerar enormes oportunidades para aqueles que estão um passo à frente neste movimento, mas também sérios problemas e riscos para quem ficou um passo atrás. É vital apoiarmos tanto uns como outros neste desafio coletivo”.

Participam na Skills Summit’18 Porto por Portugal, toda a equipa do Ministério da Educação, o Ministro dos Negócios Estrangeiros, o Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, o Ministro da Economia e a Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Mundialmente classificadas como “a nova moeda de troca” ou como “o motor de um país”, as competências são elementos fundamentais da capacidade de cada Estado e das pessoas enfrentarem mudanças cada vez mais rápidas. Ou como referiu o Primeiro-Ministro, António Costa, “apenas com cidadãos verdadeiramente qualificados poderemos alcançar a indispensável estratégia de longo prazo: um país – e um mundo – nos quais a coesão social e o próspero crescimento económico estão assegurados”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!