TikTok preocupa especialistas em segurança nos EUA

Empresa chinesa da plataforma TikTok enfrenta um futuro incerto e a potencial venda a uma empresa americana pode aliviar as preocupações com a segurança nacional dos EUA, sobre o acesso aos dados dos utilizadores americanos.

0
TikTok preocupa especialistas em segurança nos EUA
TikTok preocupa especialistas em segurança nos EUA. Foto: TVEuropa

A decisão do Presidente norte-americano de impedir a plataforma TikTok de operar nos EUA, se esta se mantiver na posse da atual empresa chinesa, com a justificação de preocupações com a segurança nacional dos EUA, levou a análise da questão por especialistas.

Para o especialista Mike Horning, da Virginia Tech, “o crescimento do TikTok levantou preocupações entre os especialistas em segurança por uma série de razões. A aplicação ganhou a atenção porque usa um poderoso algoritmo que personaliza o conteúdo para os utilizadores com base numa série de características do utilizador. Este algoritmo recolhe dados sofisticados sobre os utilizadores que os tornam atraentes para empresas e para os governos.”

“No entanto, a empresa não tem sido muito transparente sobre a quem vende os dados. As análises aos métodos de recolha de dados mostraram que os dados pessoais podem ser compartilhados com centenas de outras empresas. Além disso, como a aplicação está localizada na China, as suas práticas de compartilha de dados são suscetíveis à lei chinesa, que exige que os dados sejam disponibilizados às autoridades chinesas. Isso levanta questões de segurança”, lembrou Mike Horning.

“A venda da plataforma a uma empresa americana poderia aliviar as preocupações de que os dados americanos estejam a ser compartilhados com potências estrangeiras que nem sempre estão a trabalhar no sentido dos nossos interesses mútuos. A aquisição pela Microsoft proporcionaria mais um trunfo para a empresa que tem vindo a investir em algumas redes sociais como o LinkedIn. Também teria um potencial para os legisladores fornecerem certas restrições sobre a compartilha de dados e práticas de recolha no futuro”, concluiu o especialista e professor da Virginia Tech School of Communication.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!