Ucrânia comemora o 26º aniversário da Independência

Aniversário da Independência da Ucrânia é lembrado pela Embaixada do país em Lisboa. Depois de anos de dificuldades chegou a aproximação à União Europeia, as reformas, o crescimento económico, Acordo de Associação e liberalização de vistos.

0
46
Partilhas
Bandeira da Ucrânia
Bandeira da Ucrânia. Foto: Rosa Pinto

No dia 24 de agosto de 1991, o parlamento ucraniano proclamou a independência da Ucrânia, e a mesma foi aprovada por 90,3% dos votos no referendo sobre o Ato da Declaração de Independência em 1 de dezembro do mesmo ano.

Em comunicado a Embaixada da Ucrânia e Lisboa lembra que desde a aprovação da independência pelo povo ucraniano, o país foi globalmente reconhecido como um estado independente por outros países.

Para a Ucrânia os últimos 25 anos foram turbulentos e repletos de vários desafios para a vida política do país, indica o comunicado, e acrescenta que “desde 2014, a Ucrânia tem vindo a viver tempos absolutamente dramáticos por causa da luta sangrenta pela sua integridade territorial contra o seu agressor e também o maior país vizinho, grande potência militar – a Rússia.”

Nos últimos três anos a Ucrânia tem implementado reformas, em particular na economia, esferas judicial e policial, na área de defesa e em outras tendo atingido um progresso significativo superior aos dos 22 anos anteriores, lembra a Embaixada.

No comunicado é indicado que desde 2014 são visíveis mudanças significativas em resultado das reformas, são exemplos:

Um crescimento económico em aceleração. No ano passado, o crescimento do Produto Interno Bruto atingiu 2,2% em comparação com o ano 2015.

A Ucrânia introduziu uma nova plataforma, chamada a ProZorro, inovadora na Europa para compras públicas por meios eletrónicos, que ganhou o prestigioso prémio World Procurement Award, nomeada como o melhor sistema de compras do mundo.

Devido às reformas do sector energético, a Ucrânia atualmente não compra gás russo.

O volume do comércio com a Europa continua a crescer, e de acordo com as estatísticas do primeiro semestre de 2017, a União Europeia ocupa o primeiro lugar entre os principais parceiros comerciais da Ucrânia. As exportações ucranianas de bens para a União Europeia aumentou em quase 25 %.

A embaixada conclui, no seu comunicado, que a Ucrânia possui uma agenda muito ambiciosa no que diz respeito à relação com a União Europeia, sendo que a partir de 1 de setembro o Acordo de Associação torna-se num roteiro para continuar a implementação de reformas.

O Acordo de Associação e a liberalização de vistos que já se encontram concretizados são os primeiros, mas passos seguros, em direção à plena e confiante representação da Ucrânia no espaço comum europeu, refere o comunicado, e conclui “estes sucessos inspiram-nos a continuar as reformas e alcançar os ambiciosos objetivos futuros.”

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz