União Europeia apoia o Líbano face à catástrofe que atingiu Beirute

Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, transmitiu ao primeiro-ministro libanês, Hassan Diab, as condolências pelas vítimas da tragédia que atingiu Beirute e disponibilizou meios e recursos europeus de apoio ao Líbano.

0
União Europeia apoia o Líbano face à catástrofe que atingiu Beirute
União Europeia apoia o Líbano face à catástrofe que atingiu Beirute. Foto: © UE

A Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, falou, esta manhã, com Hassan Diab, primeiro-ministro do Líbano ai qual expressou as condolências e o apoio da União Europeia (UE) ao povo do Líbano perante a catástrofe devastadora que atingiu a cidade de Beirute e o país como um todo.

Ursula von der Leyen e Hassan Diab discutiram a assistência que a UE já está a fornecer ao Líbano, que inclui:

  • o envio de mais de 100 bombeiros altamente treinados para auxilio na busca e resgate, com veículos, cães e equipamentos médicos de emergência, inclusive através da Cruz Vermelha Libanesa;
  • a oferta de equipas adicionais, em particular para deteção química, biológica, radiológica e nuclear;
  • uma embarcação militar com capacidade para evacuação médica por helicóptero e com equipamento médico e de proteção.
  • a ativação do sistema de mapeamento do satélite Copernicus para ajudar a avaliar a extensão da catástrofe.

Além desses esforços, a Comissão está a mobilizar mais de 33 milhões de euros para as primeiras necessidades de emergência, suporte e equipamento médico e proteção de infraestrutura crítica. A Comissão poderá vir a considerar um apoio adicional, dependendo da avaliação contínua das necessidades humanitárias.

Na conversa por telefone a presidente da CE e o primeiro-ministro do Líbano discutiram, também, o apoio a longo prazo que a UE pode oferecer para ajudar o processo de reconstrução do país.

A presidente da CE destacou a possível mobilização de peritos e equipamento para ajudar a avaliar a extensão dos danos e manusear substâncias perigosas como o amianto e outros produtos químicos. Isso pode ser importante para estruturas civis, mas também para a reabilitação do porto de Beirute.

Ursula von der Leyen destacou que a Comissão estava pronta para avaliar como impulsionar as relações comerciais neste momento desafiador, em particular por facilitação comercial e aduaneira preferencial.

Foi também oferecido apoio da UE para realizar uma avaliação completa das necessidades para a reconstrução da cidade e a recuperação do país, bem como apoio nas discussões com instituições financeiras internacionais, que poderiam ajudar a desbloquear mais apoio económico.

A presidente da CE destacou que a União Europeia atribui grande importância à unidade e estabilidade do Líbano, hoje ainda mais importantes, tanto internamente quanto para a região. Enfatizou ainda que este momento trágico para o Líbano deve ser a ocasião para unir todas as forças políticas em torno de um esforço nacional para responder aos muitos desafios que o país está a enfrentar, e que a União Europeia apoiará o Líbano nesse esforço.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!