União Europeia apoia Venezuela no combate à COVID-19

Ponte Aérea Humanitária da União Europeia leva para Venezuela 82,5 toneladas de material médico, proteção individual e medicamentos necessários no combate à pandemia de COVID-19. A ponte aérea teve também o envolvimento de Espanha e Portugal.

0
União Europeia apoia Venezuela no combate à COVID-19
União Europeia apoia Venezuela no combate à COVID-19. Foto: © Rosa Pinto

No âmbito da Resposta Global da União Europeia (UE) ao coronavírus foi estabelecida uma operação de Ponte Aérea Humanitária em dois voos para a Venezuela com entrega de um total de 82,5 toneladas de material de saúde para parceiros humanitários no terreno. O primeiro voo decorreu a 19 de agosto com partida de Madrid, Espanha, para Caracas na Venezuela, e o segundo voo decorreu em 21 de agosto.

Os voos foram financiados pela UE no âmbito das operações em curso da Ponte Aérea Humanitária para áreas críticas do mundo, no âmbito do combate ao novo coronavírus.

“A UE continua a apoiar as pessoas necessitadas na Venezuela, especialmente na atual crise de saúde mundial. Combater a pandemia globalmente é do interesse de todos. Os voos da Ponte Aérea Humanitária da UE entregam equipamento médico e outros artigos essenciais para proteger os cuidados de saúde e os trabalhadores da ajuda humanitária da linha da frente”, referiu Janez Lenarčič, Comissário para Gestão de Crises.

O Comissário acrescentou: “Para garantir que a ajuda continue a chegar aos mais necessitados, é imperativo que os trabalhadores humanitários tenham acesso total e seguro para fazer seu trabalho essencial de salvar vidas ”.

Num esforço da ´Team Europe´, a Ponte Aérea Humanitária da UE para a Venezuela foi explorada conjuntamente pela UE, Espanha e Portugal e coordenada com as autoridades venezuelanas competentes. Os voos são inteiramente financiados pela UE, enquanto a carga é disponibilizada pelas organizações humanitárias que utilizam o voo. Um apoio coordenado pela Réseau Logistique Humanitaire – uma rede europeia de organizações humanitárias.

As 82,5 toneladas de carga consistiram principalmente em equipamentos médicos, equipamentos de proteção pessoal, medicamentos, bem como equipamentos de purificação de água e kits de higiene familiar. Os equipamentos vão ser utilizados nas unidades de saúde e alguns itens também serão distribuídos diretamente às famílias mais atingidas. Mais de 500.000 venezuelanos serão beneficiados com esta ajuda, incluindo crianças, mulheres e profissionais de saúde.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!