Universidade do Minho dá boas-vindas a 2800 novos estudantes

Reitor da Universidade do Minho dá boas-vindas a 2800 novos estudantes. Programa de acolhimento estende-se até finais de outubro com um conjunto variado de iniciativas organizado pela Universidade e pela Associação Académica.

0
1
Partilhas
Estudantes da Universidade do Minho
Estudantes da Universidade do Minho. Foto: DR

A Universidade do Minho (UMinho) ocupou praticamente todas as vagas disponíveis na primeira fase do concurso nacional de acesso, em 2762 vagas só não foram preenchidas 9 lugares do curso de Optometria e Ciências da Visão e 11 lugares do curso de Geologia, ou seja foram ocupados 99,56% dos lugares postos à disposição dos estudantes.

O elevado número de estudantes interessados em frequentar os cursos na UMinho confirma a atratividade e o impacto da Universidade nos últimos anos. A procura veio refletir-se nas médias elevadas de entrada na maioria dos cursos, em que 25 alunos com média igual ou superior a 19 valores, 234 com média igual ou superior a 18 valores e 586 com média igual ou superior a 17.

Do total dos alunos colocados, 44.4% escolheram a UMinho como primeira opção e 43.7% tiveram média igual ou superior a 16 valores. O curso de Medicina teve a nota do último candidato mais elevada, logo seguido do curso Engenharia e Gestão Industrial e do curso de Engenharia Biomédica.

No dia 18 de setembro o Reitor da UMinho dá as boas-vindas aos cerca de 2800 estudantes, numa cerimónia solene no Pavilhão Desportivo do campus de Gualtar, em Braga. A sessão, às 16h30 inclui intervenções do reitor António M. Cunha e do presidente da Associação Académica (AAUM), Bruno Alcaide, bem como testemunhos, projeção de vídeos e as atuações do Coro Académico da UMinho, da Tuna Universitária do Minho e dos Bomboémia.

No mesmo dia, logo pela manhã os responsáveis pelas 11 Escolas e Institutos da UMinho fazem a apresentação das respetivas Escolas e Institutos, e no final da manhã há almoço na cantina de Gualtar para os novos alunos do 1º ciclo e mestrado integrado, incluindo a equipa reitoral, os presidentes e vice-presidentes das Escolas e dos Institutos e dos diretores de cursos.

Mais tarde, pelas 21h30, decorre um sarau com grupos culturais da UMinho, no anfiteatro natural do campus, um formato que se repete no dia 25 nos jardins do polo de Azurém, em Guimarães.

Para além do dia de boas-vindas, a AAUM e a UMinho, indicam que estão a preparar “um Programa de Acolhimento com dinâmicas de educação não formal, sob o tema ‘Era uma vez’”. O Programa inclui logo na terça-feira, dia 19 de setembro, “uma ação de sensibilização para dádivas de sangue, um peddy-paper, uma tertúlia sobre talentos e um arraial”.

No dia 27 de setembro, pelas 15h00, em Azurém, “destacam-se o concerto da Orquestra Metropolitana de Lisboa e o Festival de Outono, e nos dias seguintes de 28 a 30, em Braga, Guimarães e Monção têm lugar 20 ações culturais.”

Em outubro, dia 3 às 22h00, ocorrem as Serenatas Velhas, no centro da cidade-berço, no dia 4, à tarde, no mesmo local, a Latada, nos dias 4 a 7 os concertos no Multiusos de Guimarães e até ao dia 29, em cinco espaços da UMinho, os Encontros da Imagem.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz