Vítimas de ataque terrorista em Barcelona

No ataque terrorista de ontem, em Barcelona, o Governo Autónomo da Catalunha indica que 14 pessoas morreram e cem ficaram feridas. A prioridade é identificar as vítimas e os feridos e fornecer informações aos consulados estrangeiros.

0
1
Partilhas
Presidente do Governo Autónomo da Catalunha, Carles Puigdemont
Presidente do Governo Autónomo da Catalunha, Carles Puigdemont. Foto: DR

O Governo Autónomo da Catalunha indica, em comunicado, que para além de estarem as ser coordenados os serviços de emergência dos hospitais, os familiares das vítimas estão a ser atendidos.

O Hotel Gran Via Palace está a apoiar as pessoas vítimas do atentado terrorista e o Governo ativou o número de telefone gratuito 900 400 012 para prestar informações sobre as pessoas afetadas.

O Presidente do Governo Autónomo da Catalunha, Carles Puigdemont, condenou vigorosamente o ataque e lembrou que a Catalunha foi e será uma terra de paz e de acolhimento. Carles Puigdemont agradeceu também a todas as forças policiais, aos serviços de emergência e de saúde e aos cidadãos de Barcelona pela solidariedade demonstrada.

Os médicos forenses do Instituto de Medicina Legal do Departamento de Justiça e Ciências Forenses já estão a trabalhar na identificação dos mortos, procedendo a autópsias e a outras análises para determinar a Identidade das mesmas, refere o comunicado.

O Governo da Catalunha indica que os familiares das vítimas mortais contam com a presença de equipas de psicólogos, assistentes sociais, médicos forenses, e o Departamento de Justiça está a disponibilizar os tradutores necessários.

Em relação aos corpos de estrangeiros, vítimas mortais do atentado terrorista, o Governo indica “que serão repatriados logo que sejam identificados e após uma autorização prévia de um juiz.

O Governo indica que os serviços de transportes encontram-se ativos na cidade à exceção da linha 3 do Metro, e solicita que se algum cidadão tiver alguma informação relevante sobre o atentado para escrever para mossos.terrorisme@gencat.cat ou para telefonar para 937 285 220.

Os números do Serviço de Emergência Médica (SEM) indicam que foram afetadas 101:

  • 14 pessoas mortas:
  • 14 ferimentos graves
  • 23 ferimentos menos graves
  • 50 ferimentos ligeiros

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz