Volkswagen investe 22,8 mil milhões de euros com foco nos veículos elétricos

Volkswagen vai investir, de 2018 a 2022, nas suas unidades de produção automóvel no mundo, 22,8 mil milhões de euros, com foco na mobilidade elétrica. A unidade de produção de Zwickau vai ser destinada à produção dos novos veículos elétricos.

0
1
Partilhas
Unidade de produção automóvel da Volkswagen
Unidade de produção automóvel da Volkswagen. Foto: DR

A Volkswagen está a implementar a sua estratégia ‘Transform 2025+’. Uma estratégia que se foca principalmente no desenvolvimento da produção modular, dando continuidade à linha em curso e na orientação para a e-mobilidade ou mobilidade elétrica. Nesta estratégia a Volkswagen vai investir, de 2018 a 2022, cerca de 22,8 mil milhões de euros nas suas unidades em todo o mundo.

Herbert Diess, CEO da marca Volkswagen, referiu, citado em comunicado, que “o pacote de investimentos que foi adotado dará um impulso decisivo ao maior lançamento de produtos e tecnologia, na história da marca”, e acrescentou que o “objetivo é posicionar a Volkswagen de forma sustentável na liderança dos segmentos de volume e assumir uma posição de liderança na mobilidade elétrica”.

O maior investimento será feito na Alemanha, num total de 14 mil milhões de euros. Uma das principais medidas, com um investimento de mil milhões de euros, é a transformação da unidade de produção de Zwickau numa unidade inteiramente dedicada à mobilidade elétrica.

Na primeira etapa, a Volkswagen vai concentrar a produção em série dos futuros veículos elétricos, com base no novo kit Modular Electric Drive (MEB), em Zwickau. Em 2020, irá ser lançado no mercado o Volkswagen I.D., o primeiro veículo da nova geração de automóveis elétricos.

Com o MEB, a Volkswagen possui a tecnologia consistentemente do futuro, orientada para a mobilidade com emissão zero de gases de efeito de estufa. O MEB permitirá à Volkswagen oferecer veículos elétricos com autonomias operacionais entre 400 a 600 quilómetros, capacidades de carregamento rápido e com grandes benefícios para os automobilistas em que o preço será comparável ao de um carro a diesel.

O MEB apresenta-se como a ferramenta que vai ao encontro das exigências das frotas na Europa e na China e mais tarde nos Estados Unidos da América (EUA). O novo kit Modular Electric Drive permitirá à Volkswagen oferecer veículos que vão do segmento A compacto a veículos de 7 lugares no segmento B. Em termos técnicos, a nova geração de veículos elétricos da Volkswagen irá apresentar inovações que apenas se encontram disponíveis em carros do segmento premium.

A nova geração de veículos será lançada quase em simultâneo na Europa, na China e nos EUA. Em 2020, o volume de produção no lançamento do Volkswagen I.D. será de cerca de 100 mil veículos. Estão planeados para 2015 pelo menos 1 milhão de carros elétricos da Volkswagen.

A produção dos modelos Golf e Passat de Zwickau deve ser transferida no futuro para Wolfsburg e Emden. A Volkswagen está a investir 2,9 mil milhões de euros na unidade de Wolfsburg para agrupar a produção da próxima geração do Golf, entre outros modelos. Em Emden, o investimento total para concentrar a produção dos modelos na unidade de Passat no final de 2018 será de cerca de 1,1 mil milhões de euros.

Além disso, as unidades de produção de veículos em todo o mundo, como as de Pamplona em Espanha, Palmela em Portugal e Bratislava na Eslováquia estão também a ser preparadas para a produção de mais veículos MQB. Projetos de SUV inovadores e orientados para o mercado estão planeados para unidades no México, EUA, América do Sul e Rússia.

No que diz respeito ao futuro das unidades de componentes alemãs, a Volkswagen está a investir mais de 750 milhões de euros em Brunswick, cerca de 1,5 mil milhões de euros em Kassel e mais de 800 milhões de euros em Emden.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz