Gérald Bloncourt homenageado no Festival Internacional de Fotografia de Avintes

O início do presente mês de fevereiro assinalou o arranque da 6.ª edição do iNstantes – Festival Internacional de Fotografia de Avintes, um dos eventos culturais mais importantes de Portugal que decorre até 3 de março.

0
Daniel Bastos, Historiador e Escritor
Daniel Bastos, Historiador e Escritor. Foto: DR

Enriquecendo-se com diversas propostas dentro do mundo da fotografia artística, conceptual e de autor, a iniciativa cultural “iNstantes – Festival Internacional de Fotografia de Avintes” promove este ano 26 exposições de fotógrafos de 11 países (Portugal, Espanha, Brasil, Colômbia, França, Suíça, Grécia, Roménia, Haiti, Indonésia e Macau).

No conjunto dos trabalhos patentes, destaca-se a exposição “O Olhar de Compromisso com os Filhos dos Grandes Descobridores”, do fotógrafo Gérald Bloncourt, um dos grandes nomes da fotografia humanista, recentemente falecido em Paris, e cujas imagens imortalizam a história da emigração portuguesa para França.

O historiador Daniel Bastos (dir.), acompanhado do fotógrafo Pereira Lopes, organizador do festival iNstantes, no decurso da conferência da homenagem a Gérald Bloncourt
O historiador Daniel Bastos (dir.), acompanhado do fotógrafo Pereira Lopes, organizador do festival iNstantes, no decurso da conferência da homenagem a Gérald Bloncourt. Foto: DR

No decurso da programação do festival, o trabalho e percurso de vida do fotógrafo franco-haitiano, que nas Comemorações do 10 de Junho de 2016 em Paris recebeu do Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa, a ordem de Comendador da Ordem do Infante D. Henrique, foi no dia 8 de fevereiro homenageado através de uma conferência proferida pelo historiador Daniel Bastos. O investigador da nova geração de historiadores lusos, caraterizou Gérald Bloncourt como “uma personalidade ímpar que durante várias décadas do séc. XX fotografou a vida dos descendentes dos grandes descobridores do mundo, em França e em Portugal. Um homem que amou e honrou os portugueses”.

Refira-se, que o historiador cujo percurso tem sido alicerçado no seio das comunidades portuguesas, e que em 2016 lançou o livro sobre a emigração portuguesa em França a partir do espólio de Gérald Bloncourt, está neste momento a ultimar uma nova obra sobre o consagrado fotógrafo dedicado a um outro período marcante da história contemporânea portuguesa. Designadamente a Revolução de Abril de 1974 da qual Bloncourt foi um espectador privilegiado, e cujas imagens praticamente inéditas revisitam a génese da democracia portuguesa, estando o lançamento oficial marcado para abril e maio deste ano no território nacional e lusófono.

Autor: Daniel Bastos, Historiador e Escritor

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!