Governo pretende atrair mais investimento francês

Aeronáutica e indústrias das Tecnologias da Informação e Comunicação e das Telecomunicações são setores onde o investimento francês se tem feito notar, em Portugal. Mas Governo quer ver os franceses a investir mais.

0
Industria Aeronáutica
Industria Aeronáutica. Foto: Rosa Pinto

Para captar mais investimento francês, desloca-se a França na próxima segunda-feira, dia 25 de abril, Jorge Costa Oliveira, atual Secretário de Estado da Internacionalização. Jorge Costa Oliveira “tem agendados vários contatos com empresários franceses de diversos setores, com destaque para a indústria aeronáutica”.

Da visita a França, o Secretário de Estado tem agendado, para dia 26, um encontro com representantes da empresa Altran, para assinalar a concretização do investimento em Portugal deste grupo empresarial francês.

A Altran tem investimentos em Portugal em diversos setores: Financeiro; Telecomunicações e Média; Administração Pública e Indústria e Utilidades. A empresa “deu início a um projeto de investimento para a criação, no Fundão, de um Centro de Desenvolvimento de Software e Inovação que representa um investimento de 11,2 milhões de euros e terá um impacto relevante para o desenvolvimento da região, com a criação de cerca de 400 postos de trabalho diretos e indiretos”, indica nota do Gabinete do Secretário de Estado.

Ainda no dia 26, o Secretário de Estado terá um encontro de trabalho com a associação empresarial francesa da área da aeronáutica e espacial (GIFAS), onde apresentará aos empresários franceses as potencialidades de Portugal, enquanto destino de investimento.

Neste setor da aeronáutica, a empresa francesa Mecachrome fez um reforço de investimento em Portugal de 29,861 milhões de euros, o que, para o Secretário de Estado é demonstrativo do interesse francês neste setor, em Portugal.

Em Toulouse, nos dias 27 e 28, Jorge Costa Oliveira tem agendada uma visita à Airbus, onde “terá encontros com quadros portugueses do setor da aeronáutica e com empresários franceses, também do sector aeronáutico”.

No último dia da visita, a agenda prevê “uma reunião no Cluster Aeronáutico de Toulouse”, bem como a presença na “assinatura de um protocolo entre a PEMAS – Associação para a Valorização e Promoção da Oferta das Empresas Nacionais para o Sector Aeronáutico – e o Cluster Aeronáutico de Toulouse, que visa aprofundar o relacionamento bilateral entre os dois clusters e potenciar as oportunidades de cooperação económica”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!