NASA vai receber Estudantes Portugueses em estágio

Acordo entre a National Aeronautics and Space Administration (NASA) e a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) vai permitir a estudantes portugueses estagiarem nas instalações da agência norte americana. O acordo foi estabelecido durante a visita que o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, fez aos Estados Unidos da América (EUA), entre 28 de março e 1 de abril.

0
Universidade de Coimbra
Universidade de Coimbra, Foto de Rosa Pinto

O acordo com a NASA insere-se no reforço de intercâmbio académico e científico entre Portugal e os EUA e envolve, também, o aumento da participação de jovens portugueses no Programa Fulbright, o estimulo a jovens norte-americanos para estudarem e investigarem em Portugal através do Programa “Study Abroad”, do Institute of International Education (IIE), e a criação de condições para estimular a cooperação entre os institutos politécnicos portugueses e os dos EUA.

Manuel Heitor, de acordo com comunicado do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), defendeu nos EUA a necessidade de um novo programa de cooperação científica e tecnológica de âmbito transatlântico que incorpore uma abordagem integrada de Investigação e Desenvolvimento (I&D) na área do clima, das alterações climáticas, da energia e dos oceanos, com ênfase no oceano Atlântico, e possibilidade de nestas áreas ser desenvolvida uma estação de investigação internacional nos Açores.

A visita aos EUA de Manuel Heitor, acompanhado pelo Presidente da FCT, Paulo Ferrão, permitiu, refere o comunicado do MCTES, acordar, em Washington, com o U.S Secretary of Energy, Ernest Moniz, com o Office for Science and Technology Policy na Casa Branca, com a direção da NASA, e com a National Science Foundation, um plano de trabalho para os próximos meses de forma a estimular a cooperação multilateral em sistemas complexos de engenharia e ciência com aplicação na área do clima, das alterações climáticas, da energia e dos oceanos, refere o comunicado.

Na visita à Universidade de Carnegie Mellon, em Pittsburgh, pelo Ministro e pelo Presidente da FCT, ficou acordado a evolução e reorientação do Programa Carnegie Mellon Portugal, com orientação no processamento de grandes volumes de dados e informação científica sobre alterações climáticas, energia e oceanos, com ênfase no oceano Atlântico, bem como sobre contextos urbanos, que facilitem novos sistemas de informação e conhecimento para os cidadãos e decisores.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!