29 Junho 2022

Tag: Doenças cerebrais

Diogo Cruz, Médico Internista / Sociedade Portuguesa Medicina Interna

Hipertensão Arterial: Uma vida mais saudável e livre de doença

Hipertensão é um fator de risco de doenças do cérebro e cardiovasculares, que são a principal causa de morte em Portugal. O médico internista Diogo Cruz alerta, neste seu artigo, para o diagnóstico e controlo da doença, sobretudo por terapêuticas não farmacológicas.
Exame de sangue pode identificar doentes para radioterapia a metástases cerebrais

Exame de sangue pode identificar doentes para radioterapia a metástases cerebrais

Exame de sangue que identifica doentes que podem beneficiar de radioterapia para metástases cerebrais e medicamento que pode reverter a resistência à radioterapia, são descobertas de estudo que envolveu investigadores da Fundação Champalimaud.
Universidade de Coimbra realiza ensaio clínico com dispositivo médico para estimulação cerebral

Universidade de Coimbra realiza ensaio clínico com dispositivo médico para estimulação cerebral

Ensaio clínico para tratamento inovador para crianças e adolescentes que sofrem de Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção ou Perturbação do Espectro do Autismo vai ser realizado em Portugal pela Universidade de Coimbra.
Tratamento da trombose venosa cerebral induzida pela vacina COVID-19

Tratamento da trombose venosa cerebral induzida pela vacina COVID-19

Estudo clarifica tratamento para trombose venosa cerebral induzida pela vacina COVID-19. O guia indica que o uso de anticoagulantes sem heparina e imunoglobulina intravenosa é aconselhável e o aumento das plaquetas não é aconselhável.
Crianças com COVID-19 podem apresentar várias complicações cerebrais

Crianças com COVID-19 podem apresentar várias complicações cerebrais

Estudo de investigação liderado pela Universidade de Liverpool concluiu que crianças hospitalizadas com COVID-19 apresentam várias complicações cerebrais e estas têm o potencial de causar incapacidades para toda a vida.
COVID-19 deixa sequelas neurológicas e cardiovasculares

COVID-19 deixa sequelas neurológicas e cardiovasculares

COVID-19 pode deixar sequelas no sistema nervoso central, como no sistema cardiovascular, conclui estudo de cientista português e médico brasileiro. Efeitos nos neurónios sensoriais primários e riscos de insuficiência cardíaca e infarto e AVC são algumas das sequelas.
Leucoencefalopatia é uma das manifestações neurológicas da COVID-19

Leucoencefalopatia é uma das manifestações neurológicas da COVID-19

Efeitos da COVID-19 no cérebro incluem diversas manifestações neurológicas como a leucoencefalopatia. A associação da doença com a infeção pelo coronavírus foi estabelecida através de exames por imagem de ressonância magnética.
Delírio pode ser um sintoma precoce da COVID-19

Delírio pode ser um sintoma precoce da COVID-19

Estudo de investigação conclui que são crescentes os indícios de que o coronavírus também afeta o sistema nervoso central e produz alterações neurocognitivas, como cefaleia e delírio, além de episódios psicóticos.
Investigador da UMinho ganha bolsa para estudar ansiedade e stress crónico

Investigador da UMinho ganha bolsa para estudar ansiedade e stress crónico

Tiago Gil Oliveira, da Escola de Medicina da Universidade do Minho, ganha bolsa da Brain & Behavior Research Foundation, para estudos do hipocampo e do seu papel no contexto de ansiedade e stress crónico.
COVID-19 causa lesões neurológicas com frequência

COVID-19 causa lesões neurológicas com frequência

Investigação mostra que a COVID-19 provoca, com frequência, lesões neurológicas que podem ser graves. Para salvar os pacientes os médicos devem aumentar a estabilização dos níveis de oxigénio corporal em pacientes com COVID-19.

Siga-nos nas redes sociais

DESTAQUE

MAIS LIDAS