Smartphones com subscrição acima dos telemóveis em 2016

Até finais de 2021, mais 6 mil milhões de equipamentos devem ser conectados à Internet das Coisas e o número de subscrições de smartphones deve ser superior ao dos telefones ainda antes de outubro de 2016.

0
Smartphones com subscrição acima dos telemóveis em 2016
Smartphones com subscrição acima dos telemóveis em 2016. Foto: TV Europa

Em 2018 o número de equipamentos conectados à Internet das Coisas (IoT) deverá ser superior aos telemóveis, indica o ‘Mobility Report’ da Ericsson, divulgado a 1 de junho.

 © Ericsson
© Ericsson

Entre 2015 e 2021 a conexão de dispositivos IoT deverá ter um crescimento anual de 23%. Os dispositivos de telefone são dentro da IoT o que apresentam maior taxa de crescimento. Em 2021 o número de dispositivos conectados deve atingir os 28 mil milhões, destes, 16 mil milhões devem pertencer à IoT.

 Infografia: © Ericsson
Infografia: © Ericsson

As subscrições de smartphones vão continuar a crescer, e devem ser superiores às dos telemóveis mais comuns já no terceiro trimestre de 2016. O relatório da Ericsson indica que até 2021 as subscrições de smartphones irão praticamente duplicar, ou seja as 3,4 mil milhões de subscrições atuais devem passar para 6,3 mil milhões.

Infografia: © Ericsson
Infografia: © Ericsson

O relatório indica que “a Europa Ocidental irá liderar o crescimento de ligações IoT”, onde o número de equipamentos IoT deverá crescer 400%, até 2021. Os dados de previsão têm por base algumas das normas e regulamentações da União Europeia, como seja, a utilização de contadores inteligentes, os automóveis com conexão e a implementação em 2018 da Diretiva eCall.

Para Rima Qureshi, vice-presidente da Ericsson, citada em comunicado da empresa, “a IoT está a acelerar à medida que se verifica uma redução dos preços dos dispositivos e ao surgimento de várias aplicações inovadoras”.

“A partir de 2020, a implementação comercial das redes 5G irá oferecer capacidades adicionais que são verdadeiramente críticas para a IoT, como a rede de múltiplas configurações e a capacidade de ligar exponencialmente mais equipamentos do que atualmente é possível”, indicou Rima Qureshi.

O ‘Mobility Report’ indica uma revolução nos hábitos de visualização de conteúdos através dos dispositivos móveis, referindo que entre os jovens, o acesso a dados móveis em smartphones cresceu 127% em apenas 15 meses (de 2014 a 2015).

Em 4 anos, de 2011 a 2015, diminuiu em 50% o tempo que cada adolescente passa a ver televisão ou vídeo num ecrã de televisão tradicional. Por outro lado houve um aumento de 85% de visualizações de televisão e vídeo num smartphone.

A próxima geração de utilizadores móveis irá bater níveis elevados de consumo de vídeo em streaming, em smartphones. Esta previsão deve chamar a atenção dos operadores móveis para acompanharem a evolução das necessidades destes consumidores.

Infografia: © Ericsson
Infografia: © Ericsson

Ainda em 2016 as velocidades de dados (downlink) vão atingir 1 Gbps nas redes comerciais. No entanto esta velocidade só estará disponível no Japão, nos Estados Unidos, na Coreia do Sul e na China. Não há qualquer indicação de quando vai estar disponível na Europa.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!