Hyundai Santa Fe 2.2 CRDi 4×2 Premium 8AT

SUV de 7 lugares da Hyundai, o Santa Fe 2.2 CRDi 4x2 Premium 8AT, apresenta caraterísticas que Jorge Farromba releva neste seu artigo, depois de proceder a um ensaio em que anotou que a marca se fez notar no exterior e interior, conferindo ao veiculo uma qualidade de topo.

0
Hyundai Santa Fe 2.2 CRDi 4x2 Premium 8AT
Hyundai Santa Fe 2.2 CRDi 4x2 Premium 8AT. Foto: DR

GUIDELINES
Este foi o meu primeiro ensaio após o confinamento a que nos vimos obrigados. Talvez por isso teve características e momentos especiais.

Habituado durante dois meses a pouco utilizar a viatura e a não sair de Lisboa, a primeira reação para este ensaio foi usufruir da possibilidade de ver outros locais. E assim fiz!

Acredito que neste ensaio me apercebi de mais detalhes do que num “habitual” ensaio, porquanto a minha pré-disposição era a fruição desta liberdade de poder circular. Dei ainda mais atenção aos detalhes da viatura, da paisagem mas também dos locais e das pessoas. E foi algo estranho neste ensaio pelo Alto Alentejo encontrar a maioria da população de máscara na rua, contrastante com Lisboa, onde o número de pessoas com máscara na rua são bem menores. Talvez esse seja o segredo do sucesso do número de infetados e de mortes no Alentejo.

Hyundai Santa Fe 2.2 CRDi 4x2 Premium 8AT
Hyundai Santa Fe 2.2 CRDi 4×2 Premium 8AT. Foto: DR

ESTÉTICA – EXTERIOR E INTERIOR
Cada vez mais implantada em território europeu a Hyundai continua a apresentar produtos claramente apetecíveis e enquadrados nos gostos e padrões europeus. E este enorme SUV de 7 lugares é a prova disso mesmo. Com uma imagem robusta e elegante, com apontamentos que lhe conferem desportividade numa frente dominada por faróis horizontais (médios e máximos) esguios e os de presença e nevoeiro na vertical, ladeados por entradas de ar horizontais e verticais para arrefecimento de travões e eficiência aerodinâmica. A própria grelha tridimensional ocupa parte da frente e contribui para a imponência do conjunto. A traseira termina com a habitual imagem da marca, ou seja, “não caindo” abruptamente na vertical mas fazendo uso de formas que lhe permitem tornar o portão da mala menos “pesado”, para o que contribui o feliz desenho dos faróis traseiros estilizados, a dupla ponteira de escape e o difusor traseiro em cor cinza. Detalhes é certo, mas que contribuem para um enquadramento muito bem conseguido.

No interior, a marca mudou bastante o seu desenho. A aposta num tablier muito estilizado que permite tirar “peso” a tanto plástico, um painel de instrumentos semidigital, plásticos moles na parte superior do tablier e uma qualidade de construção e de materiais de enaltecer.

Hyundai Santa Fe 2.2 CRDi 4x2 Premium 8AT
Hyundai Santa Fe 2.2 CRDi 4×2 Premium 8AT. Foto: DR

MATERIAIS, USER EXPERIENCE
Os bancos foram redesenhados e revelaram-se muito confortáveis, podendo estes ter um pouco mais de apoio lateral. Com ajuste totalmente elétrico mesmo para a função de extensão longitudinal do assento. Usabilidade muito boa de todos os comandos, sendo que continuo a preferir o ecrã central embutido no tablier e não suspenso. Gostos pessoais! Já a projeção de informação no vidro é de realçar pela leitura exemplar e acréscimo na segurança.

Hyundai Santa Fe 2.2 CRDi 4x2 Premium 8AT
Hyundai Santa Fe 2.2 CRDi 4×2 Premium 8AT. Foto: DR

Muito espaço interior, com o pilar A forrado a tecido cinza, painéis da porta conjugando madeira e um efeito tridimensional do painel lateral junto às colunas de som Krell; a possibilidade do condutor ajustar o banco do passageiro na zona lateral do banco do passageiro e uma 2ª fila de bancos com espaço mais que suficiente para 3 ocupantes, com opção de regulação longitudinal do banco e de regulação das costas. A terceira fila de bancos, mesmo com acesso mais difícil – como é habitual neste tipo de viaturas – possui bancos que permitem alojar duas crianças e/ou adultos, se bem que estes últimos por menos tempo, devido ao piso elevado e posição elevada das pernas (regulação do AC na 3ª fila).

A bagageira é enorme sem a terceira fila de bancos colocada e obviamente mais diminuta com os bancos colocados, mas sempre suficiente para as necessidades do utilizador deste tipo de viaturas.

Hyundai Santa Fe 2.2 CRDi 4x2 Premium 8AT
Hyundai Santa Fe 2.2 CRDi 4×2 Premium 8AT. Foto: DR

EM ESTRADA
A Hyundai sempre nos presenteou com viaturas com uma condução e comportamento dinâmico eficaz. Os modelos da marca “apontam baterias” à armada alemã, no rigor de construção mas também no comportamento e conforto. Assim, a primeira sensação ao subir para o Santa Fe é que não assusta a sua dimensão quando circulamos com o mesmo, tanto em cidade como estrada. O motor não marca presença incómoda no habitáculo, a caixa de 8 velocidades automática é intuitiva e eficaz (as patilhas nem são necessárias de utilizar, tal a leitura correta que a caixa faz da estrada) e o conforto do Santa Fe está bem patente. Contudo, sendo mais confortável e com um centro de gravidade elevado, a ilação que podíamos retirar era que tal condicionava o comportamento em curva e a leitura da estrada. Nada disso. Não existe aquela aleatoriedade que muitas vezes encontramos em alguns SUV, onde o centro de gravidade mais alto e a concessão ao conforto condicionam o comportamento em curva e o adornar da carroçaria. O intervalo de confiança é por isso elevado.

Os 200 cavalos sentem-se, mas convém recordar que esta viatura também pesa quase 2 toneladas e, por isso, não se trata de um desportivo, mas de um SUV bem despachado.

Existem também vários modos de condução ECO, SPORT e SMART que esteticamente alteram o grafismo do painel de instrumentos e o funcionamento do motor e caixa, sendo que se notam diferenças na disponibilidade e parametrização do motor.

CONSUMOS, PREÇO E SEGURANÇA
Falar de consumos numa viatura com 2 toneladas, 2.200cm3; SUV e com 200Cv é também aferir se o mesmo é desadequado face à concorrência e, não o é. Conseguimos fazer consumos perto de 6 litros até 10 litros em cidade, numa viatura que possui elevados níveis de segurança passiva e ativa e que nesta versão de topo ronda os 60.000€ com… 7 anos de garantia

Em resumo, trata-se de uma aposta da marca num segmento onde também existe muita concorrência mas onde a marca se pretende cada vez mais integrar. E o modelo possui valências que lhe permitem tal entrada.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!