Kia Picanto X Line

Kia Picanto X Line apresenta caraterísticas que parecem ligar o modelo a outros veículos da marca ou ao que de melhor existe no mercado. Jorge Farromba descreve o que mais o impressionou, nomeadamente o comportamento em estrada.

0
Kia Picanto X Line
Kia Picanto X Line. Foto: DR

A cor verde limão, o desenho irreverente, apelativo e desportivo fazem-me recordar que este não é o Picanto tradicional. Tomadas de ar enormes, grelha negra que marca toda a zona frontal, faróis led, spoleirs e ailerons, zona inferior da viatura com layout a sugerir a criação de downforce e redução do cx aerodinâmico para deixar o Kia Picanto X Line mais preso ao asfalto em alta velocidade. Faz-me recordar o KIT AMG da Mercedes.

Analisado Kia Picanto X Line exteriormente, percebo o que me cativa. Não é somente a sua cor ‘não’ tradicional (é verdade, não é preto, prata ou branco), nem o kit desportivo. É o modo como a marca coreana soube interpretar o desenho, já de si interessante do citadino, o gosto europeu, e que o catapulta para um interessante nicho de mercado – público jovem e irreverente … à procura de adrenalina.

É difícil encontrar outra marca com um citadino tão irreverente, com 100Cv e 1.0 com três cilindros. A marca refere que foi buscar inspiração aos SUV da marca, e de facto o Picanto parece ainda maior do que é na realidade.

Kia Picanto X Line
Kia Picanto X Line. Foto: DR

Dentro do Kia Picanto X Line o ambiente ‘transpira’ (sim, tem AC) desportividade. Pedais em metal e borracha, volante com excelente pega, monitor de 7 polegadas com interessante interface, espaço para alguns objetos, apoio de braços, bancos envolventes, espaço para 4 a 5 adultos.

Pois é, mas é quando se liga a chave que tudo muda. Não é que o motor de 3 cilindros se sinta no habitáculo, ou as vibrações daí resultantes notem-se, ou o ruído emanado da dupla ponteira de escape. Não é mesmo! A questão é que são 100Cv jovens, num peso pluma. E esta relação peso-potência, transfigura por completo o Picanto. Torna-se difícil, senão mesmo impossível, conduzir a baixa velocidade, pois o Kia impele-nos a explorar o motor. E o trabalho feito pela marca em termos de comportamento, proporcionou uma sã convivência entre rigor de comportamento e conforto. Podemos experimentar usar e abusar do Kia, pois este transmite-nos sempre o estado da estrada, avisa-nos do que vai acontecer e facilmente conseguimos corrigir e antecipar situações.

Kia Picanto X Line
Kia Picanto X Line. Foto: DR

Com isto tudo podemos pensar num preço elevado para todo este prazer, ainda para mais quando o nível de equipamento é único e bem completo – dos habituais sistemas de segurança ativa e passiva, para o cruise control ativo, aviso de mudança de faixa, camara traseira, sensores estacionamento, sistema de iluminação full-led, tudo isto por 14.800 euros

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!