Lexus IS300h: o que há de novo no renovado modelo

Vários elementos, como faróis, grelha dianteira, bem como a estética e a ergonomia do interior dão ao Lexus IS300h, desportividade e elegância. Jorge Farromba descreve o modelo abordando os diversos equipamentos e sobretudo os recursos em estrada.

0
Lexus IS300h: o que há de novo no renovado modelo
Lexus IS300h: o que há de novo no renovado modelo. Foto: DR

Reconhecida cada vez como uma marca com peso no segmento Premium, a LEXUS não podia ficar impávida perante a renovação existente na concorrência e, se bem o pensou, melhor o fez, pois o renovado Lexus IS300h apresenta claros indícios de que tem argumentos suficientes para se bater com a concorrência direta.

O IS nunca foi um modelo que se perfilasse como a concorrência direta em termos de design. Num segmento onde as linhas são sempre algo tradicionais, a marca inova com uma abordagem mais irreverente e mais desportiva. A dianteira marca presença pela sua grelha elipsoidal e com os faróis de presença num formato em boomerang (full led) e na traseira com uns faróis rasgados e esguios que traduzem a irreverência mas também a desportividade do modelo. Na lateral, segue a industria com linhas suaves e uma predominância de vidros mais curtos para transmitir e reforçar o capítulo da segurança e da robustez.

O interior é cativante seja qual for o prisma em que se observa. Num momento em que a industria se socorre da produção massiva em fábrica com recurso a processos mecanizados, o IS300H continua a diferenciar-se e posicionar-se com o recurso “ainda” a mestres artesãos para determinadas tarefas manuais. E estes mestres Takumi são para a marca um dos fatores diferenciadores que lhe permite garantir níveis de precisão e excelência, fundamentais num setor onde a qualidade é assumida. E, dos 7.700 funcionários somente 19 são TAKUMI com pelo menos, um quarto de século de experiência na sua área de especialidade, sendo também os formadores das novas gerações de forma a garantir a excelência em cada automóvel, garantindo a marca quea precisão das suas mãos e a sua apurada sensibilidade para sentir as imperfeições e falhas, só permitem tolerâncias com menos de um milímetro de gravidade”. Se adicionarmos a essa mestria, o desenho do interior, desde a precisão, estética, usabilidade, ergonomia, compreendemos o cuidado da marca no desenho de um interior visualmente muito agradável, com apontamentos de madeira, pele e acabamentos de elevada qualidade, com uma montagem referencial, ao desenho dos variados dispositivos e painel de instrumentos.

Lexus IS300h: o que há de novo no renovado modelo
Lexus IS300h: o que há de novo no renovado modelo. Foto: DR

Para facilitar a comodidade do cliente final, os confortáveis bancos possuem manuseamento elétrico, sendo aquecidos e refrigerados, uma excelente posição de condução e com o volante também com regulação elétrica e com o toque mas, sobretudo, com a pega ideal em tamanho e desenho para uma condução mais tranquila … ou empenhada.

O sistema de som do Lexus está também num patamar elevado, sendo difícil conseguir encontrar nele lacunas.

Bom, se estaticamente o IS300h tem tudo para nos cativar importa perceber quando se clica no botão mágico e o banco do condutor avança em direção ao volante para darmos inicio ao ensaio. E é aqui que entra em funcionamento o modo elétrico do sistema hibrido (temos opção para EV Mode) para nos transportar alguns kms com as baterias (e com precisão do pé direito).

O IS300h vários modos de funcionamento: o ECO (com apelo a uma condução mais calma e com “passagens de caixa” mais suaves e a menor rotação), o Sport (exatamente o contrário) através do motor 2.5 e de um motor elétrico que, em conjunto geram a potência de 223cv e o Normal. Em todos os modos, a insonorização está num patamar elevado e mesmo em condução mais empenhada a caixa CVT (variação contínua) “não se intromete” no interior.

Um sistema interessante é o ASC (Active Sound Control) que simula através do sistema de som, um outro roncar do motor que cativa quando pretendemos conduzir empenhadamente.

Em termos dinâmicos o motor “casa” muito bem com o chassis e com as novas suspensões e somente em algumas situações a traseira nos avisa que vai escorregar um pouco. Até chegar a esse ponto, o IS300h mantém-se imperturbável nas suas trajetórias e na precisão ao abordar confortavelmente cada km de estrada (reta ou sinuosa). Uma referência pela positiva ao nível dos sistemas de segurança ativos e passivos e ao sistema de reconhecimento de sinais de trânsito muito preciso.

Em resumo, o IS300h consegue responder nos vários itens a toda a concorrência do segmento e não é descabido perguntar até quando o consumidor não se irá render a este modelo.

Preços: 43.980€ para a versão business e 51.000 para a Executive+ (viatura ensaiada) ou 58.000€ (F Sport+), todos com motor a gasolina e sistema hibrido.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!