Polícia Marítima resgata 37 emigrantes e refugiados

Equipa da Polícia Marítima (PM), que integra missão europeia de controlo de fronteira externa, a partir da Ilha Grega de Lesbos, resgatou na manhã de 12 de junho mais 37 emigrantes e refugiados que se deslocavam para a Grécia num bote.

0
Policia Marítima resgata refugiados
Policia Marítima resgata refugiados. Foto: © DR

A partir da Viatura de Vigilância Costeira (VVC) da PM foi avistada uma embarcação que indicava estar a dirigir-se para a ilha de Lesbos. A informação foi transmitida à PM da embarcação ARADE que foi ao encontro da embarcação não identificada.

“A PM rapidamente chegou ao local e identificou a embarcação detetada pela VVC como sendo um bote cheio de emigrantes e refugiados, a realizar o percurso entre a Turquia e a Grécia, com o objetivo de chegar à Europa”, refere a Autoridade Marítima Nacional em comunicado.

Todos os emigrantes e refugiados, aparentando estar bem, “foram resgatados para o interior da embarcação ARADE”. Ao todo foram resgatadas 37 pessoas, entre estas 4 crianças, 2 mulheres e 31 homens. E com base nos dados recolhidos “os emigrantes e refugiados resgatados são naturais da Síria, Nepal, Egipto, Iraque e Afeganistão”.

A PM desembarcou os resgatados em segurança no porto de Skala Sikaminea. No local já se encontravam elementos da Guarda-costeira grega e da agência FRONTEX que ajudaram no desembarque. O bote, bem como os pertences das pessoas, foram levados para o porto de Skala Sikaminea.

A partir do porto de Skala Sikaminea, os 37 resgatados foram “transportados em autocarro para o Campo de Moria, onde foi garantido o seu controlo e registo”.

A equipa da PM, composta por 11 Agentes, 1 Técnico para o apoio e a manutenção das embarcações e 1 Técnico para a manutenção da componente elétrica e eletrónica da VVC, encontra-se na Ilha Grega de Lesbos desde o dia 1 de outubro, integrada na missão da agência FRONTEX – POSEIDON SEA 2016.

Desde a data de chegada à Grécia a equipam da PM “já resgatou 3013 emigrantes e refugiados, dos quais 810 bebés e crianças e 644 mulheres, e deteve 5 facilitadores”.

A PM vai continuar a manter apoio à Guarda-costeira Grega, cooperando “no controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas e no combate ao crime transfronteiriço, integrada na missão da agência FRONTEX, até ao dia 30 de setembro de 2016”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!