Airbus Helicopters vai dar suporte global a helicópteros Tiger

Airbus Helicopters e Organisation for Joint Armament Co-operation assinam contrato para suporte global de helicópteros Tiger dos exércitos da França, Alemanha e Espanha. O objetivo é aumentar a taxa de disponibilidade dos helicópteros Tiger na próxima década.

0
Airbus Helicopters vai dar suporte global a helicópteros Tiger
Airbus Helicopters vai dar suporte global a helicópteros Tiger. Foto: © Airbus Helicopters/A.PECCHI

A Airbus Helicopters e a Organisation for Joint Armament Co-operation (OJAC) assinaram um contrato trilateral de suporte global, com o objetivo de aumentar a taxa de disponibilidade dos helicópteros Tiger em serviço nos exércitos franceses, alemães e espanhóis. Com este contrato de suporte de longo prazo, a disponibilidade e a capacidade de suporte dos Tigers serão garantidas para a próxima década e para além desta.

O contrato abrange itens críticos, como a melhoria contínua e o tratamento de obsolescência, além de garantir recursos de reparação e peças de reposição com todos os fornecedores envolvidos. Para além disso, o contrato fornece as necessidades individuais de cada cliente, de acordo com seus cenários operacionais e de implantação. Por exemplo, para França, o contrato garante a disponibilidade de peças até 98% e simplifica a logística, pois a Airbus Helicopters também assume diretamente o fornecimento de peças novas, bem como peças reparadas e outros itens de consumo.

Airbus Helicopters vai dar suporte global a helicópteros Tiger
Airbus Helicopters vai dar suporte global a helicópteros Tiger. Foto: Airbus Helicopters

Bruno Even, CEO da Airbus Helicopters, referiu: “Estamos orgulhosos de fornecer suporte a longo prazo e adicional aos Tigers, especialmente quando alguns desses Tigers são colocados continuamente em importantes teatros operacionais. Este contrato permite que os nossos clientes planeiem com segurança as suas atividades de suporte para a próxima década”.

Atualmente, 183 Tigers foram entregues na França, Alemanha, Espanha e Austrália e já acumularam mais de 130.000 horas de voo até o momento. Enviado pela primeira vez pelo exército francês para o Afeganistão em 2009, e logo seguido pelos exércitos alemão e espanhol, o Tiger continua a demonstrar o seu papel essencial nos teatros de operação como um helicóptero de ataque altamente versátil, furtivo e manobrável.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!