BMW M4 de competição e aerodinâmica por computador

BMW Motorsport recorre a sofisticados e potentes sistemas computacionais e a engenheiros em aerodinâmica no desenvolvimento dos novos BMW M4, que vão estar na grelha de partida do DTM, em 6 de maio.

0
1
Partilhas
BMW M4 em simulação aerodinâmica
BMW M4 em simulação aerodinâmica. © BMW

Quando em 6 de maio de 2017, os seis novos BMW M4 ocuparem lugar na grelha para a abertura da temporada do campeonato DTM, está marcado o fim de um período longo e intenso de desenvolvimento. Uma parte considerável deste desenvolvimento ocorreu com a ajuda de simulações por computador. Hoje é difícil imaginar o desenvolvimento de um carro sem a dinâmica de fluidos computacionais (CFD).

Durante a criação de um novo carro de corrida, os mais pequenos detalhes podem trazer a vantagem decisiva na batalha por frações de segundo no circuito, por isso, não é de admirar que os engenheiros da BMW Motorsport não deixem nada ao acaso.

Desenho de BMW M4 por computador

Os cálculos para a dinâmica de fluidos computacionais são de uma importância especial. O desenvolvimento da digitalização mudou o design do carro de corrida. Os engenheiros podem identificar as soluções mais promissoras para cada um e todos os componentes específicos sem sair do computador.

Nos computadores, os especialistas em aerodinâmica simulam os efeitos das mudanças nas partes individuais de cada carro, antes dos componentes serem construídos. Para cálculo, o modelo é dividido numa grelha de 500 milhões de células tridimensionais, e são analisados os fluxos virtuais de ar através das células.

BMW M4 em simulação aerodinâmica
BMW M4 em simulação aerodinâmica. © BMW

Os engenheiros analisam cada uma das células separadamente e em muitos casos durante um dia inteiro, dependendo do tipo de simulação. Apenas é necessário analisar metade de um veículo, dado que o fluxo de ar, quando o veículo vai em linha reta, é idêntico em ambos os lados do carro.

Especialistas em aerodinâmica definem o sucesso

A BMW Motorsport possui especialistas com larga experiência em aerodinâmica para interpretar os dados dos cálculos, dado que, apesar da qualidade da simulação CFD, a perícia técnica dos especialistas em aerodinâmica é ainda um fator decisivo para extrair conclusões corretas dos resultados.

Depois de uma análise precisa da distribuição de pressão, linhas de fluxo e muitos outros detalhes, os especialistas em aerodinâmica podem fazer recomendações específicas para que haja mudanças nos componentes. Depois das simulações e definidas as eventuais alterações, as alterações são testadas no túnel de vento num modelo reduzido, a 60%. A simulação de fluxo auxiliada por computador não substitui o trabalho de túnel de vento, mas complementa-o.

Os cálculos preliminares são tratados por uma rede de computadores de alta performance. BMW Motorsport usa o sistema em ‘nuvem’ BMW para ajustar dinamicamente o número de computadores necessários aos cálculos e ajustar a carga de processamento com outros utilizadores dentro do grupo BMW.

A largura de banda e disponibilidade de poder de computação disponível permite executar vários cálculos em paralelo e desta forma tornar mais eficiente e preciso o desenvolvimento de carros de corrida da BMW Motorsport, como o novo BMW M4 para o DTM.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz