Cão infetado com o novo coronavírus

Cão de paciente de COVID-19, em Hong Kong, deu positivo ao teste do novo coronavírus. O cão está em quarentena e poderá vir a confirmar a transmissão do coronavírus de humanos para animais.

0
Cão infetado com o novo Coronavírus
Cão infetado com o novo Coronavírus

Um cão de estimação foi confirmado infetado pelo coronavírus pelo Departamento de Agricultura, Pesca e Conservação (DAPC) de Hong Kong.O Cão pertencente a um paciente infetado com o COVID-19 foi submetido a colheitas de amostras que deram positivas (nível baixo) para ao vírus da COVID-19. O cão, no entanto, não apresentava nenhum sintoma relevante.

O DAPC de Hong Kong indicou que o cão foi colocado em quarentena numa instalação própria e isolado, e que as instalações da unidade foram limpas e desinfetadas. Foi indicado ainda que vai ser feita uma monitorização cuidadosa do cão para se verificar se o cão está mesmo infetado ou o resultado do teste resulta de uma contaminação ambiental da boca e nariz do cão.

O Departamento indicou que para garantir a saúde pública e animal, é aconselhado veementemente que os animais de estimação e outros mamíferos de pacientes com COVID-19 devem ser colocados em quarentena. Os animais devem ser entregues nas instalações a indicar pelo Departamento para quarentena e vigilância veterinária durante 14 dias. Os animais serão submetidos a testes do vírus COVID-19.

É aconselhado que os donos de animais de estimação mantenham um bom hábito de higiene e lavem bem as mãos com sabão ou álcool desinfetante após entrar em contato com animais de estimação, e usar mascara. Se houver alguma alteração na condição de saúde dos animais, o dono deve rapidamente consultar um veterinário.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!