Cerca de 1.300 jornalistas acompanham as eleições europeias no Parlamento Europeu

O Parlamento Europeu está transformado num grande centro de media, onde mais de 1.300 jornalistas acompanham e informam sobre os resultados das eleições europeias de 2019.

0
Cerca de 1.300 jornalistas acompanham as eleições europeias no Parlamento Europeu
Cerca de 1.300 jornalistas acompanham as eleições europeias no Parlamento Europeu. Foto: © UE/PE

O hemiciclo do Parlamento Europeu, onde os 751 eurodeputados costumam debater e votar, transformou-se num grande centro de imprensa. Jornalistas oriundos dos vários Estados-Membros e de fora da União Europeia (UE) têm vindo a informar sobre a nova composição do Parlamento à medida que os resultados das votações pelos Estados-Membros se vão conhecendo.

“O interesse da imprensa por essas eleições foi muito maior do que em eleições anteriores. Nós nunca tivemos tantos jornalistas registados para a noite das eleições. Isto demonstra claramente a importância crescente deste exercício democrático transnacional, que é único no mundo ”, referiu Jaume Duch, porta-voz do Parlamento Europeu.

De entre os mais de 1.300 jornalistas encontram-se mais de 200 provenientes de países não pertencentes à UE, incluindo 54 dos EUA e 21 do Japão e 20 da China.

Da UE a maior presença de jornalistas acreditados é da Bélgica, com 259, da Alemanha, com 207, e da Itália, com 104.

Ao longo da noite, as estimativas e os resultados são projetados num ecrã gigante de LED de 27×4,5 metros, e os líderes dos grupos políticos e candidatos à presidência da Comissão Europeia, estão presentes reagindo aos resultados.

Toda a área em torno do hemiciclo do parlamento foi equipada com 110 posições de TV em pé – das quais 55 posições de câmara, 45 posições ao vivo para estações de rádio. Além disso, e estacionados fora do Parlamento estão 13 carros satélite que transmitem para toda a Europa e para fora da Europa.

O serviço audiovisual do Parlamento está a ajudar 65 organizações com seus próprios meios de transmissão, com suporte técnico, para que possam transmitir em direto para seus públicos nacionais. 51 unidades móveis 4G também estão a ser usadas para transmitir, com 300 operadores disponíveis durante a noite das eleições.

A Europe by Satellite (EbS), com 15 câmaras, garante que os meios de comunicação de todo o mundo possam acompanhar as transmissões ao vivo e obter imagens da noite, distribuídas também por meio de EBU e ENEX. O sinal de live pool oferecido na EbS + durará mais de sete horas (non-stop) para fornecer canais 24horas e os outlets preparando programas especiais.

Meios de imprensa em números:

770 jornalistas de TV representando 195 emissoras de TV
260 jornalistas de lojas impressas e on-line
170 repórteres da agência de imprensa e
70 jornalistas de rádio

Stand up stage na parte de trás do hemiciclo: 420m² (3 níveis)
90 conexões de banda larga (10MB) para transmissão de broadcast
160 linhas analógicas para comunicação de áudio
64 carros registados para a área de estacionamento para carregar / descarregar material.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!