CNS e a Kinetikos participam em projeto europeu em doenças neurodegenerativas

Campus Neurológico Sénior participa no projeto europeu PROCareLife, liderado pela startup tecnológica Kinetikos. O objetivo é desenvolver um sistema tecnológico interativo que responda às necessidades das doenças neurodegenerativas.

0
CNS e Kinetikos participam em projeto europeu em doenças neurodegenerativas
CNS e Kinetikos participam em projeto europeu em doenças neurodegenerativas

O Campus Neurológico Sénior (CNS), centro português especializado em doenças neurodegenerativas está a participar no projeto europeu PROCareLife que tem como objetivo desenvolver um sistema tecnológico interativo para responder às necessidades de diferentes doenças crónicas, beneficiando todos os atores envolvidos, desde pacientes, cuidadores e saúde profissionais.

O projeto PROCareLife é liderado pela startup portuguesa kinetikos – Driven Solutions Lda, e envolve 14 entidades, de seis países europeus. O orçamento do projeto é de mais de 6,761 milhões de euros e conta com um financiamento de cerca de 5,686 milhões de euros do Horizonte 2020, da Comissão Europeia.

O objetivo do projeto, que vai decorrer de 1 de janeiro de 2020 a 31 de dezembro de 2022, é o desenvolvimento um ecossistema de atendimento escalável e interativo integrado, que possa ser facilmente adaptado à realidade de várias doenças crônicas, em instituições de saúde e ao utilizador final, ou seja, pacientes, cuidadores e profissionais de saúde.

As principais contribuições que são esperadas do PROCareLife consistem em:

construção de um ecossistema de atendimento escalável e interativo integrado para doenças neurodegenerativas e adaptável a outras condições crónicas;

encontrar as melhores ações / medidas do ponto de vista médico e social que possam facilitar uma melhor qualidade de vida, conscientização e gestão de cuidados para usuários idosos que sofrem de doenças neurodegenerativas e / ou outras doenças crônicas;

fornecer um modelo personalizado de recomendação e interação, que possa apoiar o utilizador por meio de técnicas de gamificação para adotar hábitos saudáveis, manter uma boa rotina diária e seguir as ações prescritas pelos profissionais para manter e melhorar sua condição de saúde;

possibilitar a comunicação multidisciplinar entre todas as partes envolvidas, melhorar a gestão do tempo para profissionais da área social e de saúde e contribuir para alcançar uma solução econômica, flexível e altamente adaptável para usuários idosos que sofrem de condições de curto ou longo prazo.

Joaquim Ferreira, diretor clínico do CNS, referiu: “É premente encontrar soluções que tornem o acompanhamento das doenças neurodegenerativas e crónicas, mais eficaz, tanto para os doentes, seus cuidadores e familiares, como para os profissionais de saúde”.

O responsável do CNS acrescentou: “A solução que vai ser desenvolvida tem também em conta a melhoria da gestão de tempo por parte dos profissionais de saúde, que cada vez têm mais doentes ao seu cuidado e, muitas vezes, pouco tempo para os acompanhar com a eficácia e disponibilidade que gostariam”.

Para Ricardo Matias, Fundador e Head of Research and Innovation da Kinetikos, o projeto “vai contribuir significativamente para a melhoria da qualidade de vida dos pacientes”, e acrescentou: “A solução que vamos desenvolver vai permitir um acompanhamento mais personalizado e interativo, de forma a melhorar as suas atividades diárias e fazer com que adotem hábitos mais saudáveis”

“O nosso objetivo é fazer com que os pacientes se sintam mais seguros e acompanhados, o que facilita o seguimento das ações prescritas pelos profissionais de saúde”, concluiu o responsável da Kinetikos.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!