Combate a incêndios na Suécia recebe ajuda da União Europeia

Suécia sofre a maior vaga de incêndios de grande dimensão de sempre, e o combate está a exigir ajuda de países da União Europeia. Portugal e mais sete países já disponibilizaram recursos para o combate, uma ajuda coordenada pela Comissão Europeia.

0
Combate a incêndios na Suécia recebe ajuda da União Europeia
Combate a incêndios na Suécia recebe ajuda da União Europeia. Foto: Rosa Pinto

“O tempo seco e quente continua basicamente em todo o país. O risco de incêndio deve atingir níveis extremos nesta semana”. Este é um dos avisos das autoridades suecas, que desde a semana passada têm visto o país a arder com dezenas de fogos. A incapacidade de lidar com um número de fogos sem precedentes obrigou o Governo a pedir ajuda internacional ativando os mecanismos de resposta da União Europeia.

A Comissão Europeia está a ajudar a coordenar maior resposta de sempre de ajuda à Suécia para combater os incêndios florestais que assolam este Estado-Membro.

Até à data, foram disponibilizados sete aviões de combate a incêndios, sete helicópteros, 60 veículos e mais de 340 pessoas através do Mecanismo de Proteção Civil da EU, indicou a Comissão Europeia, que referiu os meios são provenientes de Itália, França, Alemanha, Lituânia, Dinamarca, Portugal, Polónia e Áustria.

Christos Stylianides, Comissário europeu responsável pela Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, referiu: “Temos trabalhado sem interrupções para ajudar a Suécia. É o nosso dever numa Europa que protege e está próxima dos cidadãos. Ao longo da última semana e neste fim-de-semana, foi mobilizado um nível recorde de apoio da UE.”

O Comissário lembrou: “Os incêndios na Suécia mostram que as alterações climáticas são reais e que nenhum país está imune às catástrofes naturais. É por esta razão que a Comissão propôs o reforço da resposta da proteção civil da UE através do rescEU, para que, quando várias catástrofes atinjam os Estados-Membros, estes estejam mais bem preparados para as enfrentar”.

A proposta “rescEU” é um elemento central da agenda do atual Presidente da Comissão para uma Europa que protege. O Centro de Coordenação de Resposta de Emergência da Comissão está a acompanhar de perto a situação na Suécia e o risco de incêndios florestais em toda a Europa.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!