Comer mais tarde no final do dia aumenta obesidade

Comer mais tarde, no final do dia, contribui para maior obesidade, concluiu estudo apresentado na reunião anual da Sociedade de Endocrinologia em Nova Orleães, EUA. Os investigadores usaram três recursos para medir o sono, a atividade física e os padrões alimentares.

0
Comer mais tarde no final do dia aumenta obesidade
Comer mais tarde no final do dia aumenta obesidade. Foto: © Rosa Pinto

Estudos anteriormente realizados vinham sugerindo que comer mais tarde, no dia, e o tempo de dormir estavam relacionados com a obesidade, indicou Adnin Zaman, da Universidade do Colorado, em Denver, Colorado. “No entanto, poucos estudos avaliaram a hora da refeição e o sono, em adultos com obesidade”, pelo que não havia evidências que comer no final do dia pudesse estar associado a uma menor duração do sono ou a uma maior gordura corporal.

Um estudo agora levado a cabo, liderado por Adnin Zaman, usou três tipos de tecnologia para registar o sono, a atividade física e os padrões alimentares dos participantes. “Tem sido um desafio aplicar a ciência do sono e do ciclo circadiano à medicina devido à falta de métodos para medir os padrões diários do comportamento humano”, referiu Adnin Zaman. A investigadora esclareceu: “Utilizamos um novo conjunto de métodos para uma medição simultânea de padrões diários de sono, atividade física e hora das refeições” ​​para uma relação que permitisse identificar pessoas em risco de aumento de peso.

O estudo com a duração de uma semana incluiu 31 adultos com sobrepeso e obesos, com idade média de 36 anos, em que 90% eram mulheres. Os participantes foram inscritos no estudo de perda de peso, e foram comparadas as restrições calóricas diárias à alimentação com restrição de tempo, o que significa que só podiam comer durante certas horas do dia.

Os participantes usaram um dispositivo eletrónico, o ativPAL na coxa. Este dispositivo mediu o tempo gasto em atividades físicas e sedentárias, e usaram também um Actiwatch, para avaliar os padrões de sono / vigília. Os participantes foram ainda convidados a usar um aplicativo de telefone chamado MealLogger para fotografar e marcar todas as refeições e lanches ao longo do dia.

Os investigadores descobriram que, em média, os participantes consumiram alimentos ao longo de um período de 11 horas do dia e dormiram cerca de 7 horas por noite. As pessoas que comeram no final do dia dormiram mais tarde, mas dormiram aproximadamente o mesmo tempo que as que acabavam de comer mais cedo. O horário das refeições tardias foi associado a um maior índice de massa corporal e a maior gordura corporal.

“Nós usamos um novo conjunto de métodos para mostrar que indivíduos com sobrepeso ou obesidade podem estar comendo no final do dia”, referiu Adnin Zaman. “Estas descobertas apoiam o nosso estudo geral, que irá analisar se um restringir do período alimentar para uma hora mais cedo do dia pode diminuir o risco de obesidade.”

Para a investigadora “os monitores de atividade wearable e os smartphones são agora onipresentes na nossa sociedade”, pelo que “em breve será possível considerar o comportamento no período de 24 horas” para que possamos aproximamo-nos da prevenção e do tratamento da obesidade.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!