Comissão Europeia anuncia contrato com a CureVac para vacinas COVID-19

Comissão Europeia anuncia contrato com a farmacêutica CureVac para o fornecimento de vacinas COVID-19. Ursula von der Leyen anuncia, também, conversações com a farmacêutica Moderna para contrato de fornecimento de vacinas COVID-19.

0
Comissão Europeia anuncia contrato com a CureVac para vacinas COVID-19
Comissão Europeia anuncia contrato com a CureVac para vacinas COVID-19. Foto: © UE

O coronavírus continua a espalhar-se rapidamente pela Europa. Precisamos de uma vacina segura e eficaz para acabar com esta pandemia, referiu Ursula von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia.

“Alguns dias após nosso contrato com a BioNTech e Pfizer, tenho o prazer de anunciar um novo acordo. Amanhã, vamos autorizar um novo contrato para garantir outra vacina COVID-19 para os europeus. Este contrato permite-nos comprar até 405 milhões de doses de uma vacina produzida pela empresa europeia CureVac”, referiu a Presidente da Comissão Europeia.

A presidente esclareceu: “No início deste ano, fornecemos financiamento para CureVac, juntamente com o Banco Europeu de Investimento. Fizemos isso para apoiar o desenvolvimento desta vacina. E agora, o progresso é tangível. Se a vacina se mostrar segura e eficaz contra COVID-19, todos os Estados Membros receberão a vacina ao mesmo tempo, numa base pro-rata e nas mesmas condições”.

Este é o quinto contrato da Comissão Europeia com uma empresa farmacêutica para garantir vacinas COVID-19 aos europeus. Ursula von der Leyen anunciou: “Estamos a trabalhar num sexto, com a Moderna. Já concluímos negociações exploratórias com a Moderna. Esperamos finalizar o contrato em breve”.

“Não sabemos, nesta fase, quais as vacinas que acabarão por ser seguras e eficazes. A Agência Europeia de Medicamentos – EMA – irá autorizar as vacinas somente após uma avaliação robusta. É por isso que precisamos ter um amplo portfólio de vacinas baseadas em tecnologias muito diferentes. Paralelamente, estamos trabalhando com a COVAX para fornecer acesso a vacinas para países de baixa e média renda. Assim, queremos garantir que todos tenham acesso rápido a vacinas seguras e eficazes”, concluiu a Presidente da Comissão Europeia.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!