Comissão Europeia prevê crescimento da economia portuguesa

Previsões de Inverno da Comissão Europeia indicam ligeira curva ascendente da economia portuguesa, com reflexos no défice, na dívida e no desemprego. Um crescimento em linha com a média da União Europeia.

0
1
Partilhas
Comissão Europeia, Bruxelas
Comissão Europeia, Bruxelas. Foto: ©UE

A Comissão Europeia (CE), nas Previsões de Inverno, indica que prevê para Portugal uma economia a crescer mais 0,3 que em 2016, ou seja, em 1,6% em 2017, um crescimento que a verificar-se será igual ao verificado em 2015.

Na previsão do défice para Portugal, a CE considera que em 2016 deverá ficar em 2,3%, e estima para 2017 um valor de 2%, e em 2018 uma ligeira subida para 2,2%.

A verificar-se o défice de 2016, e as previsões a ficarem claramente abaixo dos 3%, e o rácio da dívida pública a entrar numa trajetória descendente, “a correção durável e sustentável do défice, garante as condições para a saída de Portugal, já este ano, do Procedimento por Défices Excessivos”, indica Ministério das Finanças.

No domínio do desemprego as previsões da CE indicam uma descida para 10,1% em 2017, e 9,4% em 2018, mas a manter-se ligeiramente acima da média prevista para a União Europeia, com um valor de 9,6 % em 2017, e 9,1 % em 2018.

No caso da inflação as previsões apontam para 1,3% em 2017, uma subida que é ligeiramente superior ao dobro de 2016 que registou o valor de 0,6%. Para 2018 a previsão é de 1,4%. A CE prevê que na EU a inflação aumente 0,3 % em 2016 para 1,8 % em 2017 e 1,7 % em 2018.

Ainda sobre a inflação a Comissão indica que na zona euro “começou recentemente a subir à medida que os preços da energia”. Nos últimos dois anos a inflação foi baixa mas deverá subir nos próximos anos, no entanto deve ficar “abaixo mas perto dos 2 % a médio prazo”, um valor de inflação que é definido como uma situação de estabilidade dos preços.

Em relação à dívida as previsões da CE é de que irá diminuir ligeiramente, passando de 130,5 de percentagem do PIB em 2016 para 128,9 em 2017 e para 127,1 em 2018.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz