Comissão Europeia quer aumento das remunerações dos professores

Relatório da Comissão Europeia reconhece a necessidade de aumentar as remunerações dos professores. Comissário Tibor Navracsics referiu que “a qualidade da educação depende de professores excelentes, motivados e confiantes”.

0
Comissão Europeia quer aumento das remunerações dos professores
Comissão Europeia quer aumento das remunerações dos professores. Foto: DR

Relatório da rede Eurydice da Comissão Europeia, publicado hoje, sobre os salários dos professores assinala o Dia Mundial do Professor, que se celebra a 5 de outubro. O relatório indica que, embora os salários dos professores aumentassem na maioria dos países europeus no ano letivo de 2017/2018, os aumentos salariais foram principalmente relacionados à inflação.

Na Bulgária, República Checa, Estónia, Lituânia, Holanda, Roménia e Eslováquia os aumentos foram causados ​​por mudanças políticas. O relatório reconhece que a remuneração é um elemento-chave para atrair pessoas para a profissão docente e garantir que os professores que prestam serviços se sintam valorizados e suficientemente motivados.

As políticas que afetam os ganhos e as perspetivas de carreira dos trabalhadores no setor educacional devem ser parte integrante de estratégias abrangentes para melhorar a atratividade da profissão docente, refere o relatório.

Tibor Navracsics, Comissário para Educação, Cultura, Juventude e Desporto, referiu: “A qualidade da educação depende de professores excelentes, motivados e confiantes. Temos que investir numa profissão de ensino que seja atraente para os melhores candidatos e continue a oferecer oportunidades de desenvolvimento ao longo das suas carreiras”.

O Comissário acrescentou: “Os salários são um fator importante, assim como apoio efetivo, prestígio e reconhecimento social para uma tarefa cada vez mais complexa e exigente”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!