Erasmus+ com 2,7 mil milhões de euros em 2018

Estão abertas as candidaturas à subvenção para mobilidade no âmbito do Programa Erasmus+. A Comissão Europeia reforçou o orçamento em mais 8% da verba em relação a 2017, atingindo em 2018 os 2,7 mil milhões de euros.

0
5
Partilhas
Mobilidade e o Programa Erasmus+
Mobilidade e o Programa Erasmus+. Foto: Rosa Pinto/arquivo

O programa Erasmus+ tem, para 2018, um orçamento reforçado em 200 milhões de euros, devendo atingir os 2,7 mil milhões de euros. Um orçamento que irá proporcionar um número de oportunidades sem precedentes a pessoas e organizações em toda a Europa e fora desta.

A Comissão Europeia publicou hoje o convite à apresentação de candidaturas de 2018 para o programa Erasmus+, o programa da União Europeia para a mobilidade e a cooperação no domínio da educação, da formação, da juventude e do desporto.

O programa Erasmus+ vai, em 2018, continuar a ajudar a implementar as prioridades políticas da Comissão, nomeadamente os objetivos fixados nas recentes iniciativas “Uma nova agenda da UE em prol do ensino superior” e “Desenvolvimento das escolas e um ensino da excelência para um melhor começo de vida”. O objetivo geral destas iniciativas consiste em ajudar os Estados‑Membros a proporcionar aos jovens uma educação de elevada qualidade, inclusiva e voltada para o futuro.

Refletindo toda a experiencia dos anos anteriores bem como o maior orçamento jamais afeto ao programa Eramus+, foram introduzidas algumas alterações em relação a 2017, em que as principais são:

Mais oportunidades de estágios para a aquisição de competências digitais para os estudantes do ensino superior;

Reforço da mobilidade de longo prazo dos formandos do Ensino e Formação Profissional (EFP), graças à iniciativa ErasmusPro, ao abrigo dos projetos de mobilidade EFP;

Novo formato das Parcerias e Intercâmbios Escolares no âmbito das Parcerias Estratégicas para ajudar as escolas a tirar maior proveito dos projetos de cooperação;

Reintrodução da ação “Alianças de Competências Setoriais”;

Ajustamento das regras de financiamento da maioria das ações.

Em conformidade com a Agenda para Novas Competências na Europa, o Erasmus+ vai continuar a ser um pilar importante na promoção do conhecimento, aptidões e competências para ajudar, sobretudo os jovens, a ter sucesso num contexto de rápida evolução das sociedades, com realce na aquisição de competências transversais, tais como criatividade, resolução de problemas e o espírito empreendedor.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz