Estados Unidos suspendem entrada de pessoas oriundas da Europa

Estados Unidos suspendem, a partir de 13 de março, todas as viagens oriundas da Europa, como medida para limitar a propagação da COVID-19. O Presidente Trump criticou a União Europeia por esta não ter restringido as viagens provenientes da China.

0
Estados Unidos suspendem entrada de pessoas oriundas da Europa
Estados Unidos suspendem entrada de pessoas oriundas da Europa. Foto: © Rosa Pinto

O Presidente norte-americano Donald J. Trump comunicou que a partir da meia-noite do dia 13 de março, são suspensas “todas as viagens da Europa para os Estados Unidos durante os próximos 30 dias”. Uma medida para impedir novos casos de infeções por coronavírus a partir da Europa.

Em nota do Governo dos EUA é referido que “a restrição aplica-se a estrangeiros que estiveram no espaço Schengen”, nos últimos 14 dias. Uma medida que não afeta as mercadorias. Da medida ficam isentos os cidadãos americanos que se encontrem Europa, no entanto, quando regressem vão ser direcionados para um número limitado de aeroportos onde pode ocorrer uma triagem.

O Governo norte-americano lembra ainda que “há muitas viagens de ida e volta à Europa que aumentam o risco para os Estados Unidos”.

O Donald J. Trump referiu que a União Europeia não tomou as mesmas precauções e não restringiu as viagens oriundas da China e de outras regiões com focos de coronavírus, e como resultado, um grande número de novos focos nos Estados Unidos tiveram origem em viajantes provenientes da Europa.

O Presidente norte-americano tomou ainda um conjunto de medidas que incluem:

Um pacote de assistência económica para apoiar empresas e trabalhadores que sejam foram prejudicados pelo surto de coronavirus.

Adiamento do pagamento de impostos para pessoas e empresas afetadas negativamente pelo coronavírus. Uma ação que vai disponibilizar mais de 200 mil milhões de dólares em liquidez adicional à economia.

Presidente instruiu o Governo para disponibilizar máscaras faciais de uso geral aos profissionais de saúde e disponibilizar milhões de respiradores de uso geral para manter os profissionais de saúde seguros e reduzir a transmissão do vírus.

Disponibilizar um financiamento de 8,3 mil milhões de dólares para ajudar os Centros de Controle e Prevenção de Doenças e outras agências governamentais a combater o vírus e apoiar o desenvolvimento de vacinas, tratamentos e a distribuição de meios e consumíveis médicos, como kits de testes.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!