Estirpe do coronavírus da COVID-19 identificada em Inglaterra tem maior poder de propagação

Nova variante do coronavírus, identificada no sudeste de Inglaterra, tem maior poder de propagação, indica o epidemiologista Chris Whitty. O Reino Unido informou a Organização Mundial da Saúde da nova estirpe do coronavírus que causa a COVID-19.

0
Estirpe do coronavírus da COVID-19 identificada em Inglaterra aumenta propagação
Estirpe do coronavírus da COVID-19 identificada em Inglaterra aumenta propagação

Nova estirpe do coronavírus que causa a COVID-19 identificada no Reino Unido possui grande capacidade de se propagar. A informação é dada pelo médico e epidemiologista inglês Chris Whitty, Conselheiro Médico Chefe do Governo Britânico.

A variante do coronavírus foi identificada através do meio da vigilância genómica do sistema de Saúde Publica Inglesa, e a Organização Mundial da Saúde já foi informada. No entanto, Chris Whitty indicou: “continuamos a analisar os dados disponíveis para melhorar o nosso entendimento” sobre a nova estirpe do vírus.

“Como resultado da rápida disseminação da nova variante, dados de modelagem preliminares e taxas de incidência em rápido aumento no sudeste (de Inglaterra), o Grupo Consultivo de Ameaças de Novos e Emergentes Vírus Respiratórios (NERVTAG, na sigla em inglês) considera agora que a nova estirpe pode espalhar-se mais rapidamente” afirmou o epidemiologista Chris Whitty.

Chris Whitty lembrou que “não há atualmente evidências que sugiram que a nova estirpe cause uma taxa de mortalidade mais alta ou que afete as vacinas e os tratamentos, embora um trabalho urgente esteja em curso para confirmar isto”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!