Fragata Vasco da Gama terminou missão na agência FRONTEX

Fragata da Armada, Vasco da Gama, terminou ao fim de 59 dias a participação na missão que decorre no Mediterrâneo Central, no âmbito da agência FRONTEX. O NRP Vasco da Gama procedeu a 998 horas de patrulha e percorreu 10 800 milhas.

0
3
Partilhas
Fragata Vasco da Gama terminou missão na agência FRONTEX
Fragata Vasco da Gama terminou missão na agência FRONTEX. Foto: Rosa Pinto

O NRP Vasco da Gama terminou, no dia 27 de janeiro, a participação na Operação TRITON, que decorre no mediterrâneo, a sul e leste de Itália, no âmbito da agência FRONTEX.

A operação TRITON tem o objetivo de contribuir para a redução do fluxo de migração irregular em direção às fronteiras externas da União Europeia e combater o crime transfronteiriço. Na operação estão envolvidos meios aéreos e navais de diversos Estados-Membros da União Europeia.

A fragata Vasco da Gama participou 59 dias na operação TRITON, tendo “realizado um total de 998 horas de patrulha, percorreu 10 800 milhas, detetou 2 embarcações suspeitas e questionou 8 navios mercantes, 1 embarcação de recreio e 2 embarcações de pesca”, indicou a Marinha.

Depois de ter contribuído para o esforço de Portugal no controlo das fronteiras externas da União Europeia, o NRP Vasco da Gama da Marinha Portuguesa dirige-se agora para Lisboa.

A fragata Vasco da Gama é atualmente comandada “pelo capitão-de-fragata Pedro Cruz Rafael e tem embarcados 149 militares, incluindo duas equipas de abordagem compostas por fuzileiros, uma equipa de mergulhadores e uma equipa médica. Está ainda embarcado um inspetor do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras”.

O navio foi construído em 1990, nos estaleiros Blohm & Voss (Hamburgo, Alemanha), sendo o primeiro dos três navios da classe Vasco da Gama, e passou a fazer parte do efetivo da Armada, em 18 de janeiro de 1991. A fragata já representou o país em várias missões.

De acordo com as caraterísticas divulgadas pela Marinha, via online, os navios da classe Vasco da Gama possuem um comprimento de 115,9 metros, uma boca máxima de 14,2 metros, um calado de 6,2 metros e um deslocamento de 3.200 toneladas. A velocidade máxima através dos motores a diesel é de 20 nós, quando o recurso são as turbinas a gás é de 32 nós e numa situação de propulsão cruzada é de 24 nós.

A guarnição pode incluir 20 oficiais, 40 sargentos e 109 praças, e em termos de armamento pode incluir peça de artilharia de 100mm, 2×4 mísseis NATO SEA SPARROW (curto alcance de defesa antiaérea), 2×4 mísseis HARPOON (longo alcance), 2×3 reparos de tubos lança torpedos MK46 , Sistema de defesa antimíssil e superfície (CIWS VULCAN-PHALANX), metralhadoras pesadas de 12,7 mm e helicóptero Westland Lynx Mk95

Os navios da classe Vasco da Gama podem ser equipados com radar de aviso combinado de médio alcance DA08, radar de médio/curto alcance MW08, radares de controlo de tiro STIR, sistema de guerra eletrónica APECS II, sistema de contramedidas antimíssil SRBOC e sonar de médio alcance AN/SQS 510.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz